A cidade está na moda, há pouco tempo: reflexões gerais

Margaret Marchiori Bakos

Resumo


Este artigo analisa três aspectos não suficientemente estudados por historiadores que trabalham com cidades. Em primeiro lugar, que a cidade foi criada em um período final da história da espécie humana, comparando ao seu longo período de vida nômade. Em segundo lugar, que, apesar do fato de que vivemos em cidades para tão pouco tempo, elas estão ficando velhas muito rapidamente. E por último, que o historiador deve estar no comando das análises dessas transformações nas cidades deste país.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.1998.1.28215

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.