Laços Imperiais do Egito antigo com o Brasil

Margaret Marchiori Bakos

Resumo


O interesse pelo antigo Egito iniciou há muito tempo no Brasil, pela iniciativa da família real portuguesa, que governou o país durante quatro séculos. Em 1824, D. Pedro I adquiriu a primeira coleção brasileira de antigüidades egípcias. O fato pode ser considerado como o mais significativo dos primeiros passos no relacionamento entre o Brasil com o antigo Egito. Essa coleção de objetos egípcios encontra-se no Museu Nacional no Rio de Janeiro e é considerada como a mais antiga e importante na América do Sul. Seu filho D. Pedro II foi chamado no Brasil o "Rei filósofo". Este estimulou erudição e egiptologia neste país.


Palavras-chave


Egiptomania no Brasil, Egiptologia no Brasil, Egito no Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2003.1.24123



e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.