Práticas políticas e mudança cultural: os anarquistas autodidatas em meados de 1940

Nicolás Quiroga

Resumo


Este artigo analisa as representações anarquistas em torno da figura do auto­didata e seu impacto relativo em um âmbito específico (uma biblioteca popular), onde as práticas associativas, a promoção cultural e a leitura se articularão de forma comple­xa, em meados dos anos quarenta em Mar del Plata (Argentina).

Palavras-chave


Anarquismo, Autodidatismo, História cultural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2004.1.23524



e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.