A Voz de S. Tomé: romper com a modorra vincando o cinzentismo? (1947-1974)

Augusto Nascimento

Resumo


O jornal A Voz de S. Tomé surgiu após a II Guerra, mais precisamente em 1947. Nascido da pulsão para a propaganda da obra feita, sujeito a censura, redigido por curiosos, o monolítico A Voz de S. Tomé tornou-se o único periódico onde, além de pálidos reflexos da vida local, se estampava uma propaganda cinzenta do regime e da metrópole colonizadora. De permeio, o jornal fornecia uma leitura do mundo a ser adoptada pelos ilhéus e pelos colonos. Não será muito arriscado supor que, na prática, A Voz de S. Tomé servia para perpetuar o isolamento. Neste texto sobre o jornal A Voz de S. Tomé (1947-1974) apresentar-se-ão contributos quer para a compreensão dos condicionalismos políticos sobre a imprensa, quer para a caracterização do seu papel na configuração do espaço público num território micro-insular, colonizado e sujeito a uma ditadura. Em 1970, as ilhas teriam 73.631 habitantes, dos quais 2.391 brancos. Após 1975, condicionalismos políticos similares pesaram na senda do novel país.


Palavras-chave


São Tomé e Príncipe; imprensa; colonialismo.

Texto completo:

PDF

Referências


ANUÁRIO Estatístico – 1973. S. Tomé: Instituto Nacional de Estatística. Delegação de S. Tomé e Príncipe, 1973.

GARCIA, Luís Lima. Ideologia e propaganda colonial no Estado Novo: da Agência Geral das Colónias à Agência Geral do Ultramar 1924-1974. Coimbra: Universidade de Coimbra, 2011.

GORGULHO, Carlos de Sousa. Relatório anual. Ano 1945. S. Tomé: Imprensa Nacional de S. Tomé, 1946.

GONÇALVES, José Júlio. A informação na Guiné, em Cabo Verde e em São Tomé e Príncipe in Cabo Verde. Guiné. São Tomé e Príncipe. Lisboa: ISCSPU, 1965.

NASCIMENTO, Augusto. A sedição de 1931 em S. Tomé in História n. 1 (Nova Série). Lisboa, 1998.

______. Desporto em vez de política no São Tomé e Príncipe colonial. Rio de Janeiro: 7Letras, 2013.

______. Entre o mundo e as ilhas. O associativismo são-tomense nos primeiros decénios de Novecentos. São Tomé: UNEAS, 2005.

OLIVEIRA, João Nobre de. A imprensa cabo-verdiana 1820-1975. Macau: Fundação Macau, 1998.

OLIVEIRA, Jorge Eduardo da Costa. A economia de S. Tomé e Príncipe. Lisboa: IICT, 1993.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2015.1.20461



e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.