Conhecimento, política e mercado: sobre o desenvolvimento das ciências sociais no Chile (1970-2000)

Juan Carlos Oyanedel, Camila Mella

Resumo


O artigo tenta mostrar uma perspectiva geral sobre as mudanças experimentadas pelas Ciências Sociais no Chile entre 1970 e 2000. A análise mostra a relação entre as Ciências Sociais e as mudanças na estrutura política, econômica e social, em nível nacional e internacional, para esse período. A principal hipótese defende que houve uma modificação nas abordagens interpretativas que mostram as Ciências Sociais no Chile devido a uma alteração na sua posição na tríade: Economia – Estado – Sociedade Civil. Tais mudanças, por sua vez, são o resultado das alterações feitas durante a Ditadura Militar (1973-1989) e consolidadas pelos governos da Concertação de Partidos pela Democracia (1990-2006).

Palavras-chave


Ciências Sociais, Chile, Abordagens interpretativas

Texto completo:

PDF (EM ESPANHOL)


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2012.2.13116



e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.