A formação do Instituto Pedagógico de Santiago e a mobilidade do conhecimento alemão no Chile no fim do século XIX

Carlos Sanhueza Cerda

Resumo


Este artigo estuda a formação do Instituto Pedagógico de Santiago de Chile (Instituto Pedagógico em Santiago) como transferência de conhecimento entre Alemanha e Chile. A mo bilidade de conhecimento é articulada de duas perspectivas. Por um lado, é uma intersecção entre um conjunto de interesses da elite chilena e a imagem de ciência alemã. Em outro sentido, estão os arranjos institucionais que inseriram o conhecimento germânico no Chile.

Palavras-chave


Instituto Pedagógico de Santiago de Chile, Transferência de conhecimento, Relações intelectuais entre Alemanha e Chile

Texto completo:

PDF (em espanhol)


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2013.1.12961



e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.