O perfil dos escolares da Educação Infantil, praticantes de Capoeira, em relação às variáveis psicomotoras

Paulo Costa de Oliveira Neto

Resumo


Originada pelo negro escravo a Capoeira é um esporte brasileiro e além de trabalhar muitas ações motoras diferenciadas na sua prática, apresenta uma preocupação especial com a cultura, a musicalidade, a arte e o ritmo. A Capoeira é importante para a criança, pois possui uma variação de movimentos corporais que possibilita uma vivência de vários aspectos motores. Na Capoeira a utilização de instrumentos e canções musicais fazem com que o aluno desenvolva o ritmo, aprendendo a tocar instrumentos de Capoeira como o berimbau, pandeiro e atabaque, a cantar em público, tornando assim a criança mais desinibida. É importante a criança ser estimulada motoramente desde sua infância, principalmente nas atividades voltadas a psicomotricidade, onde há a preocupação da criança como um todo, ou seja, nos aspectos motores, afetivos e cognitivos. É preciso destacar que a prática da Capoeira infantil, se torna fundamental para criança, no momento em que há interesse pela história, música (canções) e outras atividades que a Capoeira proporciona, sendo desenvolvida de forma lúdica, sem exigir da aptidão física, e também é de muita importância no convívio social, ou seja, possibilita uma integração do aluno. Esta pesquisa verificou e comparou o nível psicomotor de 50 alunos da Educação Infantil, com idade entre quatro (4) e seis (6) anos, somente do gênero masculino do município de Uruguaiana - RS, sendo 25 alunos da escola de educação infantil Anjinho Sapeca praticantes de Capoeira e 25 alunos da escola Marista Sant´Ana que não praticam nenhuma atividade esportiva orientada. Foram realizados os testes de Imobilidade (equilíbrio estático), Marcha Controlada (equilíbrio dinâmico), Auto-Imagem (noção do corpo), Estruturação Rítmica (estruturação espaço-temporal), Coordenação Óculo-Manual (praxia manual), Coordenação Óculo-Pedal (praxia pedal), Tamborilar (praxia fina), propostos por Vítor da Fonseca (1995). Entre os principais resultados estão: nos testes de Auto-Imagem, Imobilidade, Marcha Controlada e Estruturação Rítmica, os alunos praticantes de Capoeira apresentaram resultados mais expressivos, demonstrando melhor desempenho e controle em relação aos alunos que não praticam nenhuma atividade. Nos testes de Coordenação Óculo-Manual, Coordenação Óculo-Pedal e Tamborilar, não houve diferença significativa entre os dois grupos. Na presente pesquisa, obtemos melhor rendimento dos praticantes de Capoeira em relação aos alunos que não praticam nenhuma atividade orientada, demonstrando que a prática da Capoeira contribui para o desenvolvimento da criança nos aspectos motores, sendo proporcionada adequadamente pelos profissionais.
Palavras-chave: Capoeira. Psicomotricidade. Avaliação Psicomotora. Educação Infantil.

Texto completo:

MONOGRAFIA



e-ISSN: 1983-1374

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS