Análise de custos da rastreabilidade na pecuária: aplicada na Parceria Nova Visão

Kaciane Falcão de Oliveira

Resumo


Ao se falar em rastreabilidade, refere-se à certificação de origem. Trata-se da forma de qualificar, do comprador saber a origem do produto certificado com carne nobre. A rastreabilidade se tornou uma realidade no sistema produtivo brasileiro. A arroba (trinta quilos de carne) de boi rastreado tem ágio de um à três reais em relação aos animais não rastreados.
Atualmente a Rastreabilidade é encarada pelos pecuaristas como um custo a mais, e isso não é correto. Fazer a Rastreabilidade decorre da demanda de mercado e legislação.
Analisar os custos é de extrema importância para concluir se é viável manter a produção no manejo tradicional, ou efetuar a implantação do Sistema de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos – SISBOV.
Palavras-chave: Rastreabilidade, Certificação de origem, Sistema produtivo brasileiro, Custos, Carne nobre.

Texto completo:

MONOGRAFIA



e-ISSN: 1983-1374

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS