Implementação do Viveiro de Plantas Nativas - VIPLAN -

Fernando Rostirolla Dalmas

Resumo


O Brasil é o país de maior biodiversidade do mundo, é um país megadiverso. Entretanto, há muito tempo mantêm os mesmos costumes trazidos pelos exploradores e imigrantes que para cá vieram na época da colonização. Estes transportavam plantas e animais para reproduzirem ambientes familiares nos novos locais ocupados. Com o tempo, esse costume se popularizou e o que nós vemos atualmente é a utilização de plantar exóticas nas nossas casas, cidades e parques. A cidade de Porto Alegre apresenta grande destaque nacional e internacional pela ampla arborização que possui, porém mais de 50% dos indivíduos que aqui estão são exóticos, as quais não são as substitutas ideais para a vegetação nativa, pois não desempenham todas as funções do ecossistema. Além disso, a homogeneização das espécies no uso ornamental acaba realimentando o sistema de fornecimento de mudas, pois os produtores acabam por cultivar as espécies mais procuradas, não proporcionando a diversificação. A criação do Viveiro de Plantas Nativas (VIPLAN) terá como objetivo aumentar a oferta de mudas de espécies arbóreas nativas do estado do Rio Grande do Sul com ênfase no município de Porto Alegre, bem como adicionar espécies nativas não-convencionais no uso ornamental. Para a sua implantação será necessário investimento em infra-estrutura permitindo a produção de mudas de alta qualidade e em grande quantidade, além do acesso fácil aos consumidores. Com o estabelecimento do empreendimento, pretende-se estimular o uso de plantas nativas pela população, familiarizando-lhes com as belas plantas nativas que possuímos.
Palavras chave: Biodiversidade, espécies nativas, viveiro de mudas.

Texto completo:

MONOGRAFIA



e-ISSN: 1983-1374

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS