Indicador Assistencial de Enfermagem: Incidência de Úlcera de Pressão em Adultos Hospitalizados

Sueine Scheffer da Silva, Vinícius Millidiú, Janete de Souza Urbanetto, Andréia da Silva Gustavo, Graziela Hax

Resumo


Este estudo teve como objetivo avaliar a incidência de úlceras de pressão em pacientes adultos internados. A amostra do estudo foi composta de 46 pacientes adultos internados no 6º andar norte do HSL/PUCRS, entre outubro e novembro de 2007. Cada paciente foi avaliado nas primeiras 48h da internação e após, a cada dois dias durante toda a hospitalização. Para identificar o escore de risco para o desenvolvimento de úlceras de pressão foi utilizada a Escala de Braden. A análise dos dados mostrou a prevalência de quatro pacientes que já internaram com úlcera e a incidência de úlcera de pressão em dois pacientes durante o período de internação. O local mais acometido foi a região sacral (44,4%) e o estágio mais prevalente foi o II (33,3%).
Descritores: indicadores; úlcera de pressão; Escala de Braden; enfermagem.

Texto completo:

ARTIGO



e-ISSN: 1983-1374

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS