As Novas Configurações do Trabalho em Saúde: os indicativos do processo de desregulamentação

Moema Amélia Serpa Lopes de Souza

Resumo


Este estudo apresenta a discussão temática sobre o trabalho no setor saúde. Aborda as primeiras aproximações de uma investigação que busca desvendar as tendências da lógica racionalizadora incorporada pelo trabalho no setor dos serviços públicos. Na medida em que a saúde passa a ser funcional ao processo de acumulação do capital, é fundamental que os aspectos que envolvam a organização e estruturação da força de trabalho em saúde sejam analisados, reconhecendo as condições estruturais que determinam o modelo de gestão do trabalho adotado, e como ele orienta o trabalho no setor saúde.

Palavras-chave


Palavras-chave: mercantilização da saúde – trabalho em saúde – desregulamentação do trabalho – precarização.

Texto completo:

PDF



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS