A construção do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente na perspectiva da participação e do controle social

Valdir Anhucci, Vera Lucia Tieko Suguihiro

Resumo


A participação e o controle social tornam-se imprescindíveis no atual modelo de gestão pública das políticas sociais, na medida em que podem contribuir para a consolidação do processo democrático e ampliar o acesso da população aos direitos garantidos na legislação brasileira. Nesta perspectiva, o presente artigo tem o objetivo de apresentar a importância dos Conselhos de Direitos no processo de gestão das políticas públicas, em que os mesmos podem se consolidar enquanto espaço público que valorize o interesse coletivo. No entanto, cumpre destacar que a transparência e a pluralidade deste espaço estão ligadas ao nível de participação que a população tem desempenhado no âmbito dos conselhos. Sendo assim, o presente estudo priorizou a reflexão sobre o conceito de participação, a fim de verificar se a mesma tem possibilitado o exercício do controle social. Assim, foi possível problematizar uma discussão mais profunda sobre como se tem efetivado a participação no cotidiano dos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente.

Palavras-chave


Conselhos. Participação. Controle Social. Espaço Público.

Texto completo:

PDF



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS