Violência e Condições de Vida de Jovens / Violence and Living Conditions of Young People

Raquel de Matos Lopes Gentilli, Fabrícia Pavesi Helmer

Resumo


Este trabalho de natureza teórica tem objetivo de discutir como a violência aprofunda desigualdades sociais e esgarça a sociabilidade cotidiana, tendo como objeto de estudo a violência contra jovens. Foi concretizado a partir da perspectiva metodológica que compreende as formas de vida e de trabalho como uma totalidade contraditória e dialética. Realizou-se uma pesquisa em artigos de revistas indexadas no Serviço Social, em livros sobre a temática e em documentos referentes a estudos empíricos sobre violência, realizados em Vitória. Identificou-se que, apesar de conviverem em relações de uma sociabilidade deteriorada, os jovens falam de suas expectativas para o futuro e, apesar da vida precária que levam, ainda lhes é possível alimentar expectativas de se tornarem partícipes de uma vida social mais plena e comum a outros segmentos sociais.


Palavras-chave


Violência. Violência contra jovens. Condições de vida. Sociabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Giovanni. Maquinofatura: breves notas teóricas sobre a nova forma social da produção do capital na era do capitalismo manipulatório. In: BATISTA, Roberto Leme; MONTEIRO, Arakin. (Orgs.) Trabalho e sociabilidade: perspectiva do capitalismo global. Bauru: Projeto Editorial Praxis, 2012.

______. Trabalho e subjetividade: o espírito do toyotismo na era do capitalismo manipulatório. São Paulo: Boitempo, 2011.

______. O que é o precariado? São Paulo: Boitempo, 2013.

ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo. In: SADER; GENTILI (Orgs.). Pós neoliberalismo: as políticas sociais e o estado democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

ANTUNES, Ricardo. Adeus ao trabalho? Ensaios sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. São Paulo: Cortez, 1997.

BALESTRERO, Gabriela; GOMES, Renata Nascimento. Violência de gênero: uma análise crítica da dominação masculina. Revista CEJ, Brasília, ano XIX, n. 66, p. 44-49, maio/ago. 2015.

CABRAL, Hebert Wilson Santos; TRUGILHO, Silvia Moreira. Epidemiologia da violência contra a criança no Espírito Santo. In: GENTILLI, Raquel de M. Lopes; COELHO, Maria Carlota de Rezende (Orgs.). Investigações sobre violência e sociabilidade: desafios transdisciplinares. São Paulo: Veras, 2015, p. 111-142.

Cassab, M. A. T. Jovens pobres e o futuro: a construção da subjetividade na instabilidade e na incerteza. Niterói: Intertexto, 2001.

PMid:11917438

CRUZ, César Albenes de Mendonça. Qual o papel da formação teórico-política na construção da consciência de classe? Textos & Contextos (Porto Alegre), v. 14, n. 2, p. 282-290, ago./dez. 2015.

https://doi.org/10.15448/1677-9509.2015.2.22493

DAYRELL, Juarez. O jovem como sujeito social. Revista Brasileira de Educação, UFMG/FE, n. 24, set./out./nov./dez. 2003. Disponível em: www.scielo.br/pdf/rbedu/n24/n24a04.pdf. Acesso em: 20 maio 2017.

GENTILLI, Raquel de Matos Lopes. (Coord.). Percepção dos jovens de São Pedro sobre condições de vida e violência. Relatório de Pesquisa. Vitória: EMESCAM/FACITEC, 2011.

______ (Coord.). Delitos de adolescentes: o paradoxo dos apelos extremados e inauditos. Relatório de Pesquisa. Vitória: EMESCAM /FAPES, 2008.

______; MONGIM, Andrea; GOMES, Adriana. Repercussões da nova ordem na eclosão da violência. Revista Emancipação, Ponta Grossa, v. 4, n. 1, 2004.

GOMES, Romeu; NASCIMENTO, Elaine Ferreira do. Marcas identitárias masculinas e a saúde de homens jovens. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.24, n.7, p.1556-1564, jul. 2008.

GUIMARÃES, Antonio Sérgio Alfredo. Formações nacionais de classe e raça. Tempo Social - Revista de Sociologia da USP, São Paulo, v. 28, n.2, 2016.

HARVEY, David. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola,1992.

HELMER, Fabrícia. Pavesi; CALIARI, Hingridy Fassarella. Juventude, políticas sociais e movimentos culturais ligados à música (funk, reggae, hip hop e rock) no município de Vitória: uma análise das políticas públicas de juventude. 2006. 225 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Serviço Social) - Universidade Federal do Espírito Santo, 2006.

IANNI, Octávio. Raízes da violência. In: CAMACHO, Thimóteo (Org.) Ensaios sobre violência. Vitória: EDUFES, 2003.

IASI, Mauro Luis. De onde vem o conservadorismo? Blog da Boitempo. Publicado em 15 abr. 2015. Disponível em: https://blogdaboitempo.com.br/2015/04/15/de-onde-vem-o-conservadorismo/. Acesso em: 07 maio 2017.

MARTINS, José de Souza. A sociabilidade do homem simples. São Paulo: Contexto, 2008.

MÉSZÁROS, Istvan. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. Campinas: Ed. UNICAMP/São Paulo: Boitempo, 2002.

______. O poder da ideologia. 3.reimp. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, Karl. A lei geral da acumulação capitalista (cap. XXIII). In: MARX, Karl. O capital. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1979, p. 712-827.v.II.

______; ENGELS, Friedrich. O manifesto do partido comunista. São Paulo: Boitempo, 1998.

NETTO, José Paulo. Desigualdade, pobreza e serviço social. Revista em Pauta, Rio de Janeiro, n. 19, 2007.

OLIVEIRA, Maristhela Bergamim de; ROSA, Edinete Maria. Juventude, violência e alteridade. Temas em Psicologia, v. 18, n.1, p.113-121, 2010.

OSHIRO, Felicio; MARQUES, Rosa Maria. O conceito de desemprego e sua medição no século XX. Textos & Contextos (Porto Alegre), v. 15, n. 2, p. 293-307, ago./dez. 2016.

https://doi.org/10.15448/1677-9509.2016.2.25347

RASSIAL, Jean-Jacques. O adolescente e o psicanalista. Rio de Janeiro: Companhia de Freud, 1999.

SILVA, José Fernando Siqueira da. Sociabilidade e violências: apontamentos críticos. In: GENTILLI, Raquel de M. Lopes; COELHO, Maria Carlota de Rezende (Orgs.). Investigações sobre violência e sociabilidade: desafios transdisciplinares. São Paulo: Veras, 2015, p. 41-64.

SOUZA, Edinilsa Ramos de. Masculinidade e violência no Brasil: contribuições para a reflexão no campo da saúde. Cadernos de Saúde Coletiva, v.10, n.1, p.59-70, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/%0D/csc/v10n1/a06v10n1.pdf. Acesso em: 23 jul. 2016.

WAISELFISZ, Julio Jacobo. Mapa da Violência 2015: mortes matadas por armas de fogo. Brasília: Secretaria-Geral da Presidência da República /Secretaria Nacional de Juventude / Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, 2015.

ZALUAR, Alba. Integração perversa: pobreza e tráfico de drogas. Rio de Janeiro: FGV, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2017.1.27464


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS