Negação de Direitos Socioassistenciais para Transfronteiriços Indocumentados: desafios para as cidades gêmeas / The Denial of Social Assistance Rights to Undocumented Transboundary People: challenges for twin towns

Vini Rabassa da Silva, Daiane da Rosa Ugoski, Glória Maria Gomes Dravanz

Resumo


A migração internacional tem merecido destaque, na atualidade, como expressão de barbárie. Este trabalho apresenta uma das particularidades desse problema macrossocietário, problematizando a negação de direitos socioassistenciais para transfronteiriços indocumentados, oriundos de cidades gêmeas do Uruguai e da Argentina, os quais não podem acessar a proteção social prevista na Política Nacional de Assistência Social (PNAS) pela ausência de nacionalidade brasileira ou de comprovante de residência no Brasil. Questiona-se o limite geográfico como determinante para a negação do acesso a serviços e benefícios socioassistenciais e aponta-se para a importância da criação de acordos entre países limítrofes, que permitam a prestação desses serviços aos transfronteiriços indocumentados, em situação de risco e vulnerabilidade social, considerando que, na PNAS, a concepção de cidadania está atrelada ao Estado-nação.


Palavras-chave


Fronteira. Transfronteiriços. Cidadania. Política de Assistência Social.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Brasília: Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas, 2011.

_____. Lei nº 6.634, de 02 de maio de 1979. Dispõe sobre a Faixa de Fronteira, altera o Decreto-lei nº 1.135, de 3 de dezembro de 1970 e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6634.htm. Acesso em: 18 nov. 2012.

_____. Lei nº 12.723, de 9 de outubro de 2012. Altera o Decreto-Lei nº 1.455, de 7 de abril de 1976, que dispõe sobre bagagem de passageiro procedente do exterior e disciplina o regime de entreposto aduaneiro. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12723.htm. Acesso em: 10 nov. 2012.

_____. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Norma Operacional Básica – NOB/SUAS. Brasília: MDS/SNAS, 2005.

_____. Ministério da Integração Nacional. Faixa de Fronteira Programa de Promoção do Desenvolvimento da Faixa de Fronteira – PDFF. Brasília, 2009. Disponível em: http://portal.cenad.gov.br/programa-de-promocao-do-desenvolvimento-da-faixa-de-fronteira-pdff. Acesso em: 17 fev. 2012.

_____. Ministério da Integração Nacional. Bases para uma Proposta de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira. 2010. Disponível em: http://www.integracao.gov.br/bases-faixa-de-fronteira. Acesso em: 20 nov. 2012.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

COUTINHO, Carlos Nelson. Notas sobre cidadania e modernidade. Revista Praia Vermelha, Rio de Janeiro, v.1, 1997.

FERREIRA, Gabriela Nunes; FERNANDES, Maria Fernanda Lombardi. Cidadão/Cidadania. In: DI GIOVANNI, Geraldo; NOGUEIRA, Marco Aurélio. Dicionário de políticas públicas. 2.ed. São Paulo: Ed. UNESP/FUNDAP, 2015.

INSTITUTO DE PESQUISAS SOCIAIS APLICADAS (IPEA). Gasto social federal: prioridade macroeconômica no período 1995-2010. Brasília, 2012. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/nota_tecnica/120904_notatecnicadisoc09_apresentacao.pdf. Acesso em: 04 maio 2014.

LIMA, Marcos Costa. Globalização. In: DI GIOVANNI, Geraldo; NOGUEIRA, Marco Aurélio. Dicionário de políticas públicas. 2.ed. São Paulo: Ed. UNESP/2015, p. 413-417.

MACHADO, Lia Osorio. Limites, fronteiras, redes. In: STROHAECKER, T. M. et al. (Orgs.). Fronteiras e espaço global. AGB-Porto Alegre, 1998, p.41-49. Disponível em: http://unbral.nuvem.ufrgs.br/base/files/original/0577d87a37fdd72151ef9706aaad3d71.pdf. Acesso em: 02 out. 2015.

MARSHALL.T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar,1967.

MIRZA, Christian Adel. Crisis mundial e impactos de las políticas sociales en el MERCOSUR. In: SILVA, Vini Rabassa da Silva et al. (Orgs.). Política social: fundamentos, práticas e desafios no contexto sul-americano. Pelotas: EDUCAT, 2014.

PUCCI, Adriano Silva. O estatuto da fronteira Brasil-Uruguai. Brasília. Conceito polissêmico: FUNAG, 2010.

RUIZ, Jefferson Lee de Souza. Direitos humanos e concepções contemporâneas. São Paulo. Cortez, 2014.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 6. ed. Rio de Janeiro: Record, 2001.

SANTOS, Wanderley G. dos. Cidadania e justiça: a política social na ordem brasileira. 2. ed. São Paulo: Paulus, 1987.

SCHWARZ, Rodrigo Garcia. Os direitos Sociais e a sindicabilidade judicial das políticas públicas sociais no estado democrático de direito. São Paulo: LTr, 2013.

SILVA, Vini Rabassa da; UGOSKI, Daiane da Rosa. A política de assistência social em cidades gêmeas da fronteira gaúcha. In: A política social na América do Sul: perspectivas e desafios do século XXI. Ponta Grossa: Ed. UEPG, 2013.

SOUKI, Lea Guimarães. A atualidade de T. H. Marshall no estudo da cidadania no Brasil. Revista Civitas, Porto Alegre, v.6, n.1, 2006.

TARGA, Luiz Roberto Pecoits. O Rio Grande do Sul: fronteira entre duas formações históricas. Ensaios FEE, Porto Alegre, 1991.

UGOSKI, Daiane da Rosa. Desafios e limites do "SUAS" em cidades gêmeas da fronteira do RS. Dissertação (PPG em Política Social). Universidade Católica de Pelotas, 2013.

Vieira, L. Cidadania e globalização. Rio de Janeiro: Record, 1997.

VIOLA, Eduardo. Reflexões sobre as dimensões da globalização, as novas forças sociopolíticas transnacionais e a redefinição do horizonte da democracia. In: GERSCHMAN, Silvia. (Org.). A miragem da pós-modernidade: democracia e políticas sociais no contexto da globalização. Rio de Janeiro: Ed. FIOCRUZ, 1997, p. 65-77.

WANDERLEY, Mariângela Belfiore; BÓGUS, Lucia; YAZBEK, Maria Carmelita. Desigualdade e a questão social. São Paulo: Educ, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2017.1.27121


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS