A Questão de Gênero na Relação com a AIDS: a maternidade em foco / Gender Issue in Relation With AIDS: motherhood in focus

Giovana Henrich, Francisco Arseli Kern

Resumo


O presente artigo, resultado da Dissertação de Mestrado “Aids Feminina: um olhar no espelho sem maquiagem”, tem como objetivo construir uma discussão acerca da relação conflituosa entre a questão da maternidade e da Aids, vivenciada por mulheres infectadas pelo vírus HIV/AIDS. Nesse sentido, salienta-se que esta reflexão leva em consideração o aspecto físico e biológico da mulher soropositiva e, além disso, verifica a importância da questão do papel dessas mulheres no que tange à maternidade. Essas concepções associadas a Aids determinam processos de sofrimento e discriminação, enfatizando a diferença entre gêneros. Assim, entende-se que esse artigo tem como temática central algo que necessita de enfrentamentos concretos, com abordagens de cunho emancipatório e principalmente, que observem a integralidade das mulheres com diagnóstico positivo para o HIV/AIDS.


Palavras-chave


Gênero. AIDS. Maternidade.

Texto completo:

PDF/A

Referências


AMMANN, Safira Bezerra. Mulher: trabalha mais, ganha menos, tem fatias irrisórias de poder. In: Revista Serviço Social e Sociedade, nº 55, Ano XVIII. São Paulo, Cortez, novembro de 1997.

ARAÚJO, E.C. de; VASCONCELOS, E.M.R.; LIMA L. S.; A percepção das gestantes ao lidar com a infecção pelo HIV- estudo exploratório. In: Online Brazilian Journal of Nursing, vol 5, nº 1, 2006.

BACILA, Carlos Roberto. Estigmas - Um Estudo sobre os Preconceitos. Rio de Janeiro: Editora Lúmen Júris, 2005.

BLAY, Eva Alterman. Gênero e políticas públicas ou sociedade civil, gênero e relações de poder. In: SILVA et al. (Orgs.) Falas de gênero. Florianópolis: Editora Mulheres, 1999.

BONANÇA, Paulo. Família e HIV-AIDS, derrubando a discriminação, 7 de julho de 2005. Disponível em: Acesso em: 06 de fevereiro de 2008.

CANEZIN, Claudete Carvalho. A mulher e o casamento: da submissão à emancipação, 2006.Disponível em: Acesso em: 07de fevereiro de 2008.

CARVALHO, João Alberto. O Amor que Rouba os Sonhos. Um estudo sobre a exposição feminina ao HIV. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.

CORREA, Jacinto. A AIDS e a saúde da mulher.O impacto do HIV sobre a saúde da mulher, 1997. Disponível em: Acesso em: 07 de fevereiro de 2008.

COUTINHO, Carlos Nelson. Dialética da família. 3. ed. São Paulo: Brasiliense, 1984.

FARAH, Marta Ferreira Santos; Gênero e políticas públicas.Estudos Feministas. Florianópolis, 12(1): 360. Janeiro-abril/2004.

FLORES, Maria Bernardete R. A medicalização do sexo ou o amor perfeito. In: SILVA et al. (orgs.) Falas de gênero. Florianópolis: Editora Mulheres, 1999.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. 16. ed. Rio de Janeiro: Edições Graal,1979.

GOMES, Valdice. Perfil da Aids aponta para tendência de feminização, 07/03/2007. Disponível em: Acesso em: 12/02/2008.

GUIMARÃES, Maria Beatriz Lisboa. Feminização da pobreza e religiosidade. In: VALLA, Victor V.; STOTZ, Eduard Navarro; ALGEBAILE, Eveline Bertino.(Org.) Para compreender a pobreza no Brasil. Rio de Janeiro: Contraponto, Escola Nacional de Saúde Pública, 2005.

IZUMINO, Wânia Pasinato. Justiça e Violência Contra a Mulher. O Papel do Sistema Judiciário na Solução de Conflitos de Gênero. São Paulo: Annablume: FAPESP, 1998.

OLIVEIRA, Silvério da Costa. Sexo, Sexualidade e Sociedade. 6. ed. Rio de Janeiro: [sn], 2007, 200p.

PAULILO, Maria Angela S. Aids os sentidos do risco. São Paulo: Editora Veras, 1999.

PENA, Maria Valério J. Mulheres e Trabalhadoras. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1981.

PEREIRA, Maria Lúcia; CHAVES, Eliane Corrêa. Ser mãe e estar com Aids: o revivescimento do pecado original. In: Revista Escola de Enfermagem, USP, vol. 33, nº 4, p. 404-10, dez. 1999.

REIS, Carlos Nelson dos. Inclusão Social: uma proposta de integração articulada de políticas públicas. Revista Textos e Contextos, Ano IV – Nº 4, 2005. Disponível em: www.pucrs.br/textos/ Acesso em 23 de outubro de 2007.

RIO GRANDE DO SUL, ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, COMISSÂO DE CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS. Relatório Azul 2005: garantias e violações dos direitos humanos. Porto Alegre: Corag, 2005.

SAFFIOTI, H.I.B. Rearticulando gênero e classe social. IN: COSTA, A. de O.; BRUSCHINI, C. (Org.) Uma questão de gênero. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos/FCC, 1992.

SALDANHA, Ana Alayde Werba. Gênero, relações afetivas, e aids no cotidiano da mulher soropositiva, 2002. Disponível em: Acesso em: 07 de fevereiro de 2008.

SANTOS, Cristina Vianna Moreira dos.; DINIZ, Gláucia Ribeiro Starling. Condição Feminina, gênero e auto-valorização. In: TRINDADE, Zeidi, A. ALMEIDA, Ângela Maria; SANTOS, Maria de Fátima de Souza.(Orgs.) Violência, exclusão social e desenvolvimento humano. Estudos em representações sociais. Brasília: UNB, 2006.

SANTOS, N. A; PAIVA, M.S. Representações sociais de mulheres interioranas acerca da infecção pelo HIV/AIDS. Salvador, 2007. Disponível em: http://www.Aidscongress.net/pdf/320.pdf>Acesso em: 10 de fevereiro de 2008.

SCOTT, J. Histórias das mulheres. IN: BURKE, P. (Org.) A escrita da história: novas perspectivas. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista – Unesp, 1992.

SORJ, B. o FEMINISMO NA ENCRUZILHADA DA MODERNIDADE E PÓS- MODERNIDADE. IN: COSTA, A. de O.; BRUSCHINI, C. (Org.) Uma questão de gênero. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos/FCC, 1992.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2015.1.21534


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS