Humanização na Saúde: uma análise dos sentidos na óptica do trabalho cotidiano / Humanizing Health: an analysis of sense from the standpoint of daily work

Josiane Aparecida Ferreira, Gessi Carvalho Araujo

Resumo


O artigo apresenta uma análise qualitativa dos sentidos atribuídos à humanização no cotidiano hospitalar pelos trabalhadores da equipe multidisciplinar de um hospital público na cidade de Palmas/TO. Utilizou-se entrevista semiestruturada para a coleta dos dados. O tratamento dos dados foi feito pela análise do discurso a partir do pensamento freiriano, centrado nas categorias de humanização e desumanização, subjetividade e objetividade, subjetivismo e objetivismo. Como síntese dos resultados, dividiu-se a análise em quatro eixos: o primeiro aponta o perfil dos participantes da pesquisa; o segundo, discorre acerca dos sentidos, revelando que a maioria gera um sentido subjetivista afirmando um entendimento reducionista da humanização; o terceiro e quarto eixos, apontam as ações de humanização e o trabalho em equipe e questões sobre a gestão da saúde, em que se verifica que a maioria entende o processo de humanização perpassando pela responsabilidade de todos os envolvidos.

Palavras-chave


Humanização. Saúde. Sentidos. Trabalho.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2014.1.16519


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS