Política Pública e Subjetividade: a assistência estudantil na universidade / Public Policy and Subjectivity: a university student assistance

Jardel Pelissari Machado, Miriam Aparecida Graciano de Souza Pan

Resumo


Analisaram-se os possíveis efeitos de sentido produzidos por uma política de assistência estudantil, voltada à manutenção de estudantes de baixa renda na universidade, para os processos de subjetivação dos estudantes beneficiados. Realizou-se um estudo documental de textos internacionais e nacionais que implementam a política analisada com base na filosofia bakhtiniana da linguagem. Discute-se a ligação da política com organismos internacionais de fomento e como a construção da política e as estratégias que a põem em prática (re)produzem e centralizam sentidos nas relações de poder compondo um conjunto de regras de caráter preventivo e prescritivo ao desempenho e conduta do estudante. Conclui-se sobre como os documentos polarizam sentidos que impactam sobre a produção de subjetividade em uma sociedade.

Palavras-chave


Política Pública. Assistência Estudantil. Produção da Subjetividade. Ensino Superior. Discurso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2014.1.15929


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS