O Controle Democrático no Financiamento e Gestão do Orçamento da Seguridade Social no Brasil

Evilasio da Silva Salvador

Resumo


A gestão dos recursos da seguridade social deveria passar integralmente pelos fundos sociais vinculados as políticas de saúde, previdência e assistência social sob o comando de conselhos compostos de forma paritária entre os representantes governamentais e não governamentais para acompanhar e fiscalizar essas políticas sociais. O que implicaria no redesenho das relações entre Estado e sociedade, instituindo formas de participação e controle democrático. Apesar de avanços e das experiências diferenciadas desses conselhos no âmbito da Seguridade, eles esbarram em limites concretos impostos pela política econômica para o controle democrático, destacando-se dois: a existência da Desvinculação de Recursos da União, que retira recursos da seguridade social, e o fato de uma parcela importante da execução orçamentária acontecer fora dos fundos públicos da seguridade.

Palavras-chave


Seguridade Social, Controle Democrático, Gestão, Orçamento Público, Fundos Sociais.

Texto completo:

PDF



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS