Cidadanias desiguais e reprodução das desigualdades na contemporaneidade capitalista

Izildo Corrêa Leite

Resumo


Com base em pesquisa bibliográfica e documental, aborda-se a cisão da cidadania na esfera social, na contemporaneidade capitalista, e suas relações com a reprodução das desigualdades. Nos segmentos socioeconomicamente mais elevados, exerce-se uma “cidadania protagonista”: ações ou programas sociais não estatais, tidos como em prol dos pobres e movidos por um significado específico de solidariedade. Já aos pobres cabe uma “cidadania passiva”: receber e desfrutar aquilo que lhes é concedido graças àquelas ações ou programas sociais. Mostra-se que esse quadro contrapõe-se à universalização dos direitos sociais e não afeta os determinantes estruturais da pobreza e das desigualdades — contribui, ao contrário, para sua reprodução.

Texto completo:

PDF



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS