Financiamento coletivo no cinema brasileiro: um panorama a partir da plataforma Catarse

Vanessa Amália Dalpizol Valiati, Roberto Tietzmann

Resumo


Este artigo busca compreender o sistema de financiamento coletivo aplicado a projetos da área audiovisual e também traçar o perfil das obras financiadas, verificando de que forma o crowdfunding está inserido no mercado audiovisual brasileiro. Para delimitar o objeto desta pesquisa, o estudo tomará como base o funcionamento e os dados fornecidos pela plataforma on-line de financiamento coletivo Catarse, a maior do gênero no País em número de projetos e arrecadação. Diante do cenário observado, a pesquisa indicou que o crowdfunding tornou-se uma opção viável para o financiamento de obras de baixo orçamento e alternativa para realizadores iniciantes ao complementar os meios tradicionais de captação de recursos.


Palavras-chave


Audiovisual; Crowdfunding; Financiamento; Cinema Brasileiro

Texto completo:

PDF com vídeo

Referências


ANDERSON, Chris. A cauda longa: do mercado de massa para o mercado de nicho. Rio de Janeiro: Campus, 2006.

BARONE, João Guilherme. Comunicação e indústria audiovisual: cenários tecnológicos e institucionais do cinema brasileiro na década de 90. Porto Alegre: Sulina, 2009.

BORDWELL, David; STAIGER, Janet; THOMPSON, Kristin. The Classical Hollywood Cinema: Film Style & Mode of Production to 1960. London : Routledge, 1988.

BRASIL. Presidência da República. Secretaria de Comunicação Social.Pesquisa Brasileira de Mídia 2014: hábitos de consumo de mídia pela população brasileira. Brasília: Secom, 2014. Disponível em:

< http://pt.slideshare.net/BlogDoPlanalto/pesquisa-brasileira-de-mdia-2014>. Acesso em 10. mar. 2014.

COOK, David A. A History of Narrative Film. Nova Iorque : W. W. Norton, 1996.

DE LUCA, Luiz Gonzaga Assis. A hora do cinema digital : democratização e globalização do audiovisual. São Paulo : Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2009.

FELINTO, Erick. Crowdfunding: Entre as Multidões e as Corporações. Comunicação, Mídia e Consumo, São Paulo, vol.9, n.26, p.137-150, nov. 2012. Disponível em:

. Acesso em:

mai. 2013.

FIGGIS, Mike. Digital Film-making. London: Faber & Faber, 2007.

FURINI, Liana Gross; TIETZMANN, Roberto; VALIATI, Vanessa. Aceleração e Transformações: Marcas da Tecnologia Digital para Além da Imagem Cinematográfica. Novos Olhares, [S.l.], p. 18-27, jan. 2014. ISSN 2238-7714. Disponível em: . Acesso em: 10 Mar. 2014.

HOWE, Jeff. O poder da Multidões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

LINS, Consuelo; MESQUITA, Claudia. Filmar o real: sobre o documentário brasileiro contemporâneo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

PHAM, Annika & WATSON, Neil. The film marketing handbook. Londres: Media Business School, 1993.

SHIRKY, Clay. Lá vem todo mundo: o poder de organizar sem organizações. Rio de

Janeiro: Zahar, 2012.

______. A cultura da participação. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

STEINBERG, Scott.; DEMARIA, Rusel. The Crowdfunding Bible: how to raise money for any startup, vídeo game, or Project. Read.me,Overload Entertainment, LLC, 2012 (Ed.

Digital).

SUROWIECKI, James. A sabedoria das multidões. Rio de Janeiro: Record, 2006.

TELO, Antonio Roig. Trabajo Colaborativo en la produción cultural y el entretenimiento. Barcelona: Universitat Oberta de Catalunya, 2011.

____ ; NAVARRO, J.; LEIBOVITZ, T. Esta película la hacemos entre todos. Crowdsourcing e Crowdfunding como prácticas colaborativas en la producción

audiovisual. Revista Icono 14, Madrid, vol.1, p. 25-40, jan. 2012. Disponível em:

. Acesso em: 10 out.

WINSTON, Brian. Technologies of seeing; photography, cinematography and television. Londres: British Film Institute, 1996.

FILMES

BELO MONTE: Anúncio de uma guerra. Direção: André D'Elia. Produção: André

D'Elia, Bia Vilela. Intérprete: Raoni. Brasil: Cinedelia, 2012.

CIDADE CINZA. Direção: Marcelo Mesquita, Guilherme Valiengo. Roteiro: Felipe

Lacerda, Marcelo Mesquita, Peppe Siffredi. Intérpretes: Os Gemeos, Cedar

Lewinsohn, Nunca, Egas Marcolino Assis, Zefix. Brasil, 2013.

O LABIRINTO DE KUBRICK (ROOM 237). Direção: Rodney Ascher. Produção: Todd Hughes, Tim Kirk. Documentário. Estados Unidos, 2012.

TOKYORI - AS DOBRAS DO TEMPO. Direção: Paulo Pastorelo. Roteiro: Kentaro

Sugao, Noriko Oda, Paulo Pastorelo. Produção: Primo Filmes. Coprodução: Comme

des cinema. Brasil, 2013




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-3710.2015.1.20543

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN-L: 1516-9294

e-ISSN: 1980-3710



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS