Reflexões sobre as abordagens linguísticas para o estudo da narrativa oral

Mércia Regina de Santana Flannery

Resumo


Dada a ubiquidade do discurso narrativo e suas propriedades textuais, seu estudo permite a análise de várias relações, tanto no espaço criado pelo(s) narrador(es) no mundo da estória, quanto no universo das relações entre os participantes do evento onde emerge. Esta atenção à narrativa tem fomentado, na linguística moderna, várias abordagens e metodologias. Este artigo propõe uma reflexão teórica a cerca dos tratamentos linguísticos que têm sido propostos para se estudar a narrativa, recapitulando desde o então inovador trabalho de Labov e Waletzky (1967), a sociolinguística interacional e a análise da conversa, à atual abordagem das ‘pequenas estórias’ (Georgakopoulou, 2007).

Palavras-chave


Discurso narrativo; sociolinguística interacional; análise da conversa; pequenas estórias

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.