Funções e efeitos dos elementos vocais no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral

Carlos Piovezani

Resumo


Com base em considerações sobre uma abordagem discursiva das relações entre sons e sentidos, o trabalho reflete, inicialmente, sobre algumas funções da voz na constituição de sentidos no discurso político eleitoral brasileiro. Mais especificamente, são analisadas sequências discursivas extraídas do Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral, das eleições presidenciais de 2002, descrevendo e interpretando certos usos e efeitos de segmentos, suprassegmentos e elementos prosódicos empregados nos programas de Lula e de José Serra. Após essas análises, o estudo encerra-se com uma reflexão sobre um traço antropológico inscrito na voz humana e com uma hipótese sobre uma espécie de nostalgia da voz ante a emergência de determinadas tecnologias de linguagem.

Palavras-chave


Análise do discurso; discurso político; voz

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.