As Américas: nascimento e morte das utopias

Zilá Bernd

Resumo


Ao refletir sobre as Américas e a americanidade, buscamos destacar o conceito de mobilidade como uma característica dominante das culturas americanas e que se manifesta através de passagens, deslocamentos e transferências. Essa transitoriedade está presente em diferentes níveis, tais como: cultural, discursivo, temporal, espacial e contribui para consolidar e favorecer a percepção dos imaginários e das relações transversais entre as Américas.

Palavras-chave


Américas; Americanidade; Imaginário; Transitoriedade

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-7726

ISSN-L: 0101-3335

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS