A estimulação de habilidades auditivo-verbais de crianças pré-silábicas: contribuições para o desenvolvimento da consciência fonológica

Melissa Bernardes Toffoli, Regina Ritter Lamprecht

Resumo


O objetivo geral do presente estudo foi verificar a adequação do programa de estimulação das habilidades auditivo-verbais proposto para alunos da primeira série do Ensino Fundamental com hipótese de escrita pré-silábica, e o efeito dessa estimulação na consciência fonológica. A amostra foi constituída por 22 crianças, de ambos os sexos, com idades entre 6:1 e 6:9, alunos de uma escola da rede municipal de Porto Alegre. Dois grupos foram formados: grupo controle (GC) e grupo experimental (GE). Participaram do estudo apenas crianças autorizadas pelos responsáveis a participar da pesquisa, falantes nativas do português brasileiro, com hipótese de escrita pré-silábica, sem alterações de linguagem, audição ou no desenvolvimento cognitivo que pudessem influenciar o desempenho na avaliação da consciência fonológica e o aproveitamento da estimulação auditiva proposta. Os alunos selecionados foram avaliados através do instrumento CONFIAS – Consciência fonológica: instrumento de avaliação seqüencial (MOOJEN et al., 2003). A estimulação das habilidades auditivo-verbais, aplicada somente no GE, foi realizada em 15 sessões com duração de 15 a 30 minutos. As habilidades auditivas estimuladas foram: detecção, discriminação, reconhecimento, seqüencialização e fechamento. O programa de estimulação foi considerado adequado. Entretanto, foram destacados alguns aspectos que poderiam ser modificados em algumas das sessões: tempo de duração e número de tarefas por sessão, tipo de atividade – individual ou em grupo –, material utilizado (impresso e em áudio) e demanda cognitiva da tarefa. Embora não tenham sido constatadas diferenças estatisticamente significativas entre os grupos de uma avaliação para outra em nenhuma das tarefas de consciência fonológica, é possível que a estimulação das habilidades auditivo-verbais tenha influenciado o crescimento dos participantes do GE no nível fonêmico, pois foi verificada correlação positiva entre a assiduidade no programa de estimulação e a taxa de crescimento no nível fonêmico.

Palavras-chave


consciência fonológica; habilidades auditivo-verbais.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.