O acesso ao léxico em crianças com desenvolvimento fonológico normal e desviante

Helena Bolli Mota, Marcia de Lima Athayde, Carolina Lisbôa Mezzomo

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi analisar o desempenho de crianças com desenvolvimento fonológico normal e desviante em tarefa de Nomeação Rápida, comparar esta habilidade entre os grupos, e correlacionar os achados com o sexo das crianças. Foi avaliada a nomeação rápida de 14 crianças (12 do sexo feminino e 2 do masculino) com desenvolvimento fonológico normal (Grupo Controle) e 14 crianças (8 do sexo feminino e 6 do masculino) com diagnóstico de desvio fonológico (Grupo Estudo), todas com 5 anos de idade. Utilizou-se a prova adaptada ao português, Subteste Objetos, que faz parte do Comprehensive Test of Phonological Processing. O número médio de erros do Grupo Estudo foi superior à média de erros do Grupo Controle na parte A da prova e inferior na parte B desta, sendo que no total o Grupo Controle apresentou média de erros superior ao Grupo Estudo. Porém, o Grupo Estudo gastou em média mais tempo para a realização desta prova do que o Grupo Controle. Observou-se que quanto mais erros as crianças apresentam na prova, mais tempo elas gastam na sua realização. Além disso, encontrou-se que as crianças do sexo feminino apresentaram em média mais erros e demandaram mais tempo para a realização da parte A da prova. Estes achados confirmaram em parte as expectativas das autoras, visto que era esperado que as crianças do Grupo Estudo apresentassem desempenho inferior ao das crianças do Grupo Controle, pois há indícios de que as habilidades do processamento fonológico encontram-se defasadas no primeiro grupo.

Palavras-chave


linguagem infantil; testes de linguagem; distúrbios da fala.

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-7726

ISSN-L: 0101-3335

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS