Negritude e literatura negra como atos de conhecimento e de ação

Cleusa Maria Gomes Graebin

Resumo


Este trabalho consiste em uma resenha descritiva da segunda edição da obra Negritude e literatura na América Latina, da destacada pesquisadora sobre literatura comparada, Zilá Bernd. Mesmo após 30 anos de seu lançamento, a sua contribuição continua relevante no que tange às questões sobre negritude e sobre a construção de consciência negra nos espaços latino-americanos. Em que pese o crescimento quantitativo e qualitativo de produções literárias negras, ainda um grande contingente da população negra no Caribe e no Brasil não tem acesso a esse repertório cultural. Nesse sentido, a negritude, como afirmação de uma presença, e a literatura negra como atitude frente à atualidade da segregação no século XXI, se apresentam como evidências incontestáveis.


Palavras-chave


Literatura latino-americana. Literatura comparada. Negritude. Literatura negra. Poesia negra.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2019.4.35288

e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.