Ethos discursivo na publicidade: uma imagem, uma polêmica

Edgar Godoi Gabriel, Silma Ramos Coimbra Mendes

Resumo


Este trabalho tem por objetivo maior refletir sobre o fenômeno da mercantilização da educação a partir da depreensão do ethos discursivo da publicidade de uma instituição de ensino superior privada, cuja circulação gerou controvérsias por retratar o momento sócio-histórico em que o mercado financeiro avança sobre a educação. Para tanto, recorre-se ao arcabouço teórico-metodológico da Análise do Discurso, numa vertente enunciativa, e aciona-se a noção de ethos discursivo, tal qual desenvolvido por Dominique Maingueneau. Coletado em formato digital, o corpus consiste num cartaz publicitário que gerou polêmica nas redes sociais e que, por isso, foi retirado de circulação. Os resultados mostram que a escolha do fiador do discurso representa a corporificação do neoliberalismo em sua atual conjuntura. No entanto, embora com as condições de produção favoráveis, o mundo ético oferecido nesse discurso não foi bem aceito, ocasionando a sua interdição.


Palavras-chave


Análise do Discurso; ensino superior; publicidade; ethos discursivo; polêmica.

Texto completo:

PDF

Referências


ADRIÃO, Theresa; GARCIA, Teise; BORGHI, Raquel; ARELARO, Lisete. Uma modalidade peculiar de privatização da educação pública: a aquisição de “sistemas de ensino” por municípios paulistas. Educação e Sociedade, Campinas, v. 30, n. 108, p. 799-818, out. 2009. Disponível em:

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73302009000300009. Acesso em: 26 maio 2018.

AMOSSY, Ruth (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2014.

CHARAUDEAU, Patrick; MAINGUENEAU, Dominique. Dicionário de Análise do Discurso. 3. ed. Coord. de tradução Fabiana Komesu. São Paulo: Contexto, 2012.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e crise do trabalho: perspectivas de final de século. Petrópolis: Vozes, 2005.

GENTILI, Pablo. O discurso da “qualidade” como nova retórica conservadora no campo educacional. In: GENTILI, Pablo; SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Neoliberalismo, qualidade total e educação. Rio de Janeiro: Vozes, 2002. p. 113-177.

GORDON, Colin. Government rationality: An introdution. In: BURCHELL, Graham; GORDON, Colin; MILLER, Peter (Eds.). The Foucault effect: Studies in governmentality. Chicago: The University of Chicago Press, 1991. Disponível em:

https://laelectrodomestica.files.wordpress.com/2014/07/the-foucault-effect-studies-in-governmentality.pdf. Acesso em: 26 maio 2018.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos Discursos. Tradução Sírio Possenti. São Paulo: Parábola Editorial, 2008a.

MAINGUENEAU, Dominique. Problemas de ethos. In: POSSENTI, Sírio; SOUZA-E-SILVA, Maria Cecília Perez de (Org.). Cenas da enunciação. 2. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2008b. p. 55-73.

MAINGUENEAU, Dominique. A noção de hiperenunciador. In: POSSENTI, Sírio; SOUZA-E-SILVA, Maria Cecília Perez de (Org.). Cenas da enunciação. 2. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2008b. p. 93-111.

MAINGUENEAU, Dominique. A propósito do ethos. In: MOTTA, Ana Raquel; SALGADO, Luciana (Org.). Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008c. p. 11-29.

MAINGUENAU, Dominique. Ethos, cenografia e incorporação. In: AMOSSY, Ruth (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2014. p. 69-92.

MAINGUENEAU, Dominique. Retorno crítico sobre o ethos. In: BARONAS, Roberto L.; MESTI, Paula C.; CARREON, Renata de O. (Org.). Análise do Discurso: entorno da problemática do ethos, do político e de discursos constituintes. Campinas: Pontes Editores, 2016. p. 13-34.

MANCEBO, Deise. Estratégias discursivas neoliberais: uma contribuição para a análise de suas repercussões na educação e na universidade. [s.d.]. Disponível em:

http://www.anped11.uerj.br/19/MANCEBO.htm. Acesso em: 26 maio 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2018.3.30926

e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.