Processamento de interrogativas-QU em Português Brasileiro: evidências de eyetracking e EEG

Fernando Lúcio de Oliveira, Marcus Maia, Aniela Improta França

Resumo


Este artigo trata do processamento de sentenças com interrogativas-QU de sujeito e de objeto em português brasileiro1 (PB). Especificamente, investigou-se a Assimetria Sujeito-Objeto nesse tipo de sentença, partindo-se de resultados anteriores com a técnica de leitura automonitorada (OLIVEIRA; MAIA, 2010; OLIVEIRA, 2013). Foram utilizadas as técnicas de rastreamento ocular (eyetracking) e eletroencefalografia (EEG) como ferramentas de diagnóstico do processamento linguístico em tempo real. O objetivo era buscar evidências sobre o modus operandi do parser durante o processamento das funções de sujeito e de objeto em sentenças interrogativas-QU no PB e verificar se há discrepâncias entre as técnicas utilizadas. Os resultados revelam diferenças interessantes, permitindo discernir os níveis de análise representacional, algorítmico e implementacional, na direção da clássica proposta de Marr (1982).

 


Palavras-chave


Processamento; Assimetria sujeito-objeto; Português brasileiro; Rastreamento ocular; Eletroencefalografia

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, M. C. S.; OLIVEIRA, T. M.; PEREIRA, L. G.; ALMEIDA, P. B. Processamento de sentenças clivadas de sujeito e objeto denotando hiponímia e contraste no português do Brasil. ReVEL, Rio de Janeiro, n. 10 (ed. esp.), p. 282-316, 2015. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2017.

BARILE, Wendy; MAIA, Marcus. Aspectos prosódicos do Qu in-situ no português brasileiro. ReVEL, v. 6, n. 11, ago. 2008. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2017.

CEREJEIRA, J. I. G. Aquisição de Interrogativas de Sujeito e de Objeto em Português Europeu. Dissertação (Mestrado) – Lisboa: UNL, 2009.

CHOMSKY, Noam. Conditions on Transformations. In: ANDERSON, S. R.; KIPARSKY, P. (Ed.). A Festschrift for Morris Halle, New York: Holt, Reinehart and Winston, Inc., 1973.

CHOMSKY, N. On Wh-Movement. In: CULICOVER, P.; WASOW, T.; AKMAJIAN, A. (Ed.). Formal Syntax. New York: Academic Press, 1977. p. 71-132.

CHOMSKY, N. Lectures on Government and Binding. The Pisa Lectures. Holland: Foris Publications. Reprint. 7th ed. Berlim and New York: Mouton de Gruyter, 1981.

CHOMSKY, N. The Minimalist Program. Cambridge, MA: MIT Press, 1995.

CHOMSKY, N. Three Factors In Language Design. Linguistic Inquiry, v. 36, n.1, p. 1-22, winter 2005.

CLIFTON, C.; FRAZIER, L. Comprehending sentences with long-distance dependencies. In: TANENHAUS, M. K.; CARLSON, G. (Ed.). Linguistic structure in language Processing. Dordrecht: Kluwer Academic Press, 1989.

COSTA, J.; LOBO, M.; SILVA, C. Subject-Object Asymmetries in the acquisition of Portuguese relative clauses: adult vs. Children. Revista Lingua, v. 121, p. 1083-1100, 2011.

CRAIN, S.; FODOR, J. D. (1985). How can grammars help parsers? In: DOWTY, D.; KARTUNNEN, L.; ZWICKY, A. (Ed.). Natural language parsing. Cambridge: Cambridge University Press, 1985.

DE VINCENZI, Marica. Syntatic parsing strategies in Italian. Dordrecht, Holland: Kluwer Academic Publishers, 1991.

DE VINCENZI, M. Syntatic Analysis in Sentence Comprehension: Effects of Dependency Types and Grammatical Constraints. Journal of Psycholinguistic Research, v. 25, n. 1, 1996.

ELISEU, André. Sintaxe do Português. Lisboa: Editorial Caminho, 2008. (Coleção O Essencial sobre Língua Portuguesa).

FANSELOW, G.; KLIEGL, R.; SCHLESEWSKY, M. Syntactic variation in German wh questions: a rating and a training study. Linguistic Variation Yearbook, v. 5B, p. 37-63, 2005.

FRANÇA, A. I.; GOMES, J. N. A técnica de ERP: investigando a assimetria sujeito-objeto na interface sintaxe-semântica com EEG. Revista Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 50, n. 3, p. 360-370, jul.-set. 2015.

FRAZIER, L.; FODOR, J. D. The Sausage Machine: A new two-stage parsing model. Cognition, v. 6, p. 291-326, 1978.

FRAZIER, L. Syntactic processing: Evidence from Dutch. Natural Language and Linguistic Theory, v. 5, p. 519-560, 1987.

GIBSON, Edward; THOMAS, James. Memory limitations and structural forgetting: the perception of complex ungrammatical sentences as grammatical. Language and Cognitive Processes, v. 14, p. 225-248, 1999.

GIBSON, E. The dependency locality theory: A distancebased theory of linguistic complexity. In: Miyashita , Y.; Marantz , A.; O'Neil, W. (Ed.). Image, language, brain. Cambridge, MA: MIT Press, 2000. p. 95-126.

GIBSON, E.; DESMET, T.; GRODNER, D.; WATSON, D.; KO, K. Reading relative clauses in English. Cognitive Linguistics, v.16, p. 313-354, 2005.

GOMES, Juliana Novo. A direcionalidade no relacionamento semântico: um estudo de ERP. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

GOMES, Juliana Novo. Investigating the dissociation between N400 e P600 effects on the syntax-semantics interface: an ERP study. Tese de Doutorado em Linguística Rio de Janeiro: Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

GOUVÊA, A. C. Complexidade sintática: o processamento de orações relativas em português brasileiro e em inglês. In: Maia , Marcus; Finger , Ingrid [Org.]. Processamento da Linguagem: Série de Investigações em Psicolinguística/GT de Psicolinguística. Pelotas: Educat, 2005.

HOFMEISTER, P.; JAEGER, T. F, SAG, I. A.; ARNON, I.; SNIDER, N. Locality and accessibility in wh-questions. In: Featherston , S.; Sternefeld, W. (Ed.). Roots: Linguistics in Search of its Evidential Base. Berlin: Mouton de Gruyter, 2007.

KUTAS, M.; HILLYARD, S.A. Reading senseless sentences: Brain potentials reflect semantic incongruity. Science, v. 207, p. 203-205, 1980.

KWON, N.; GORDON, P. C.; LEE, Y.; KLUENDER, R.; POLINSKY, M. Cognitive and Linguistic Factors Affecting subject/object asymmetry: an eye-tracking study of prenominal relative clauses in Korean. Language, v. 86, n. 5, p. 546-582, 2010.

LAGE, A. C.; LEMLE, M.; GESUALDI, A. R.; CAGY, M.; INFANTOSI, A. F. C. Potenciais Relacionados a Eventos (ERP) revelam o curso da derivação sintática e a dinâmica da integração entre micromódulos de cognição de linguagem. Revista Ciências & Cognição, v. 13, n. 2, p. 03-13, 2008.

LOBO, M.; SANTOS, A. L.; SOARES-JESEL, C.; VAZ, S. Compreensão de Estruturas Clivadas na Aquisição do Português Europeu. Textos Selecionados, XXIX Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística. Porto: APL, 2014.

MAIA, Marcus; FINGER, Ingrid [Org.]. Processamento da Linguagem. Pelotas: Educat, 2005.

MAIA, M. Teoria Gramatical, Sintaxe Experimental e Processamento de Frases: explorando os efeitos do antecedente e da lacuna ativos. Revista da ABRALIN, v. 13, n. 2, p. 93-117, jul./dez. 2014a.

MAIA, M. Efeito da lacuna preenchida e plausibilidade semântica no processamento de frases em português brasileiro. Cadernos de Letras da UFF – Dossiê: Anáfora e correferência: temas, teorias e métodos, v. 23, n. 49, p. 23-46, 2014b.

MAIA, M.; MOURA, A.; OLIVEIRA, F. L. Ilusão Gramatical e Falibilidade Seletiva no Processamento de Lacunas Não Preenchidas em Português Brasileiro. Revista da ABRALIN, v. 13, n. 1, p. 301-324, jan./jun. 2014.

MAIA, M.; MOURA, A.; SOUZA, M. Ilhas sintáticas e plausibilidade

semântica – um estudo de rastreamento ocular de frases com lacunas preenchidas em português brasileiro. Revista Scripta, Belo Horizonte, v. 20, n. 38, p. 287-305, 1º sem. 2016.

OLIVEIRA, F. L.; MAIA, M. Processing of Subject and Object Wh-Questions in Brazilian Portuguese. In: Papers in Psycholinguistics: Proceedings of First International Psycholinguistics Congress. Rio de Janeiro: Imprinta, 2010.

OLIVEIRA, Fernando Lúcio de. O Processamento da Assimetria Sujeito-Objeto em Construções do Tipo QU no Português Brasileiro: Interrogativas e Relativas. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.

OLIVEIRA, F. L. O processamento da assimetria sujeito-objeto e a hipótese da assimetria como terceiro fator. Tese (Doutorado) - – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017a.

OLIVEIRA, F. L. O Efeito da Lacuna Preenchida na posição de sujeito no português brasileiro. Soletras, PPLIN/UERJ, p. 89-104, 2017b.

OLIVEIRA, F. L. Sobre a noção de Terceiro Fator de Noam Chomsky. Seminário “A UFRJ faz 100 anos”. Comunicação oral, 2017.

QUAREZEMIN, S. Assimetria Sujeito-Objeto Focalizados nas sentenças clivadas e pseudoclivadas. Revista Veredas, v. 18, n. 1, p. 60-78, 2014.

STOWE, L. Parsing wh-constructions: evidence for on-line gap location. Language and Cognitive Processes, v. 1, p. 227-463, 1986.

TRAXLER, M. J.; MORRIS, R. K.; SEELY, R. E. Processing Subject and Object Relative Clauses: Evidence from Eye Movements. Journal of Memory and Language, v. 47, p. 69-90, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2018.1.29040

e-ISSN: 1984-7726

ISSN-L: 0101-3335

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS