A personagem de ficção e a reportagem

Mei Hua Soares

Resumo


Parte de uma pesquisa que investiga os entrecruzamentos entre Literatura e Comunicação e seus desdobramentos, o artigo aborda questões referentes à presença de elementos literários, em especial características próprias de personagens de ficção, em gêneros jornalísticos como a reportagem investigativa. Para tanto, o presente estudo analisará a reportagem “Os trabalhos e os dias”, da jornalista Natália Viana, publicada na Revista Caros Amigos (2005). A fundamentação teórica se estruturará a partir de concepções do filósofo francês Jean-Paul Sartre (relacionadas à subjetividade, totalização, densidade obscura e singularização do universal) e se apoiará em categorizações sobre o mecanismo de criação propostas pelo sociólogo e teórico literário Antonio Candido.


Palavras-chave


Literatura; Comunicação; Jornalismo; Personagem de ficção; Reportagem

Texto completo:

PDF

Referências


CANDIDO, Antonio. A literatura e a formação do homem. In: Ciência e Cultura, São Paulo, v. 24, n. 9, 1972.

CANDIDO, Antonio. O direito à literatura. In: Vários escritos. [Edição revista e ampliada]. São Paulo: Duas Cidades, 1995.

CANDIDO, Antonio (Org.). A personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 2014.

ECO, Umberto. Sobre algumas funções da literatura. In: Sobre a literatura. Rio de Janeiro: Record, 2003.

MANGUEL, Alberto. Uma história da leitura. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

SARTRE, Jean-Paul. O que é a subjetividade? Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

SODRÉ, Muniz; FERRARI, Maria Helena. Técnica de reportagem: notas sobre a narrativa jornalística. São Paulo: Summus, 1986.

TODOROV, Tzvetan. A literatura em perigo. Rio de Janeiro: DIFEL, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2017.2.26025

e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.