A personagem na obra de Ian McEwan: entre a culpa e o desejo de reparação

Deisi Luzia Zanatta, Renata Junqueira de Souza

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar a trajetória da protagonista Briony Tallis e como se dá sua ação no romance Reparação (2002), de Ian McEwan. Na obra, a personagem principal influenciada por sua mente fantasiosa e uma leitura mal interpretada, vive um drama e tenta  reparar um erro cometido no passado. Para tal, o viés teórico adotado conta com os pressupostos de Krause (2010) sobre a metaficção; Rosenfeld (1969, 1976), Candido (1976), Forster (2005), Reis (2001), Miguel (2016) acerca da personagem de ficção, Reis & Lopes (1988) e Friedman (2002) sobre o foco narrativo e a voz do narrador. O trabalho evidenciou que Ian McEwan mostra, através da protagonista, a arte da literatura ao possibilitar uma possível identificação dos seres humanos com as personagens ficcionais.


Palavras-chave


Literatura; Romance; Personagem principal; Reparação

Texto completo:

PDF

Referências


CANDIDO, Antonio. A personagem do romance. In: ANTONIO CANDIDO e tal. A personagem de ficção. (it). 6. ed. São Paulo: perspectiva, 1976. p. 51-80.

FORSTER, Edward Morgan. Aspectos do romance. Trad. Sérgio Alcides. 4. ed. rev. São Paulo: Globo, 2005.

FRIEDMAN, Norman. O ponto de vista na ficção: o desenvolvimento de um conceito crítico. Tradução Fábio Fonseca de Melo. Revista USP, São Paulo, n. 53, p. 166-182, mar./maio 2002.

LUKÁCS, Giörgy. A teoria do romance. Lisboa: Editorial Presença, s.d.

MCEWAN, Ian. Reparação. Trad. Paulo Henriques Britto São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

MIGUEL, Ruth, s.v. Personagem. E-Dicionário de Termos Literários. Coord. De Carlos Ceia, ISBN: 989-20-0088-9. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2016.

ROSENFELD, Anatol. Literatura e personagem. In: ANTONIO CANDIDO e tal. A personagem de ficção. (it). 6. ed. São Paulo: perspectiva, 1976. p. 11-49.

ROSENFELD, Anatol. Reflexões sobre o romance moderno. Texto/contexto. São Paulo: Perspectiva, 1969.

REIS, Carlos; LOPES, Ana Cristina. Dicionário de teoria da narrativa. Ática, 1988.

REIS, Carlos. O conhecimento da literatura. Introdução aos Estudos Literários. 2. ed. Coimbra: Almedina, 2001.

KRAUSE, Gustavo Bernardo. O livro da metaficção. Rio de Janeiro: Tinta Negra Bazar Editorial, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2017.2.25770

e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.