Literatura da diáspora africana nas Américas: as escritas de Toni Morrison e Conceição Evaristo e alguns de seus desafios para a tradução

Marcela Iochem Valente, Luciana de Mesquita Silva

Resumo


Este artigo propõe um diálogo entre as literaturas das escritoras Toni Morrison
e Conceição Evaristo, partindo dos romances Beloved (1987) e Ponciá Vicêncio (2003), respectivamente, além de discutir alguns aspectos presentes no trabalho das autoras que podem ser percebidos como desafios à tradução. Tal objetivo se baseia no fato de que, embora o continente americano seja um território marcado por uma complexidade no que diz respeito aos povos, tradições, costumes, línguas, entre outros fatores, é possível estabelecer um diálogo entre as diferentes histórias e culturas relativas às Américas se pensarmos na diáspora africana no contexto em questão. Na literatura, Morrison e Evaristo utilizam referentes culturais e/ou variedades dialetais ligados aos povos da diáspora africana com o intuito de trazer a público a história dos afrodescendentes em seus países de origem, história essa geralmente relacionada à escravidão, ao racismo e à busca pela construção de suas identidades.

 

************************************************************************************************************************************************************************************************************

 

Literature of the African diaspora in the Americas: Toni Morrison’s and Conceição Evaristo’s writings and some of their challenges to translation

Abstract: This article proposes a dialogue between Toni Morrison’s and Conceição Evaristo’s literary productions, based on the novels Beloved (1987) and Ponciá Vicêncio (2003), respectively. It also intends to discuss some aspects which are present in the work of these female authors that can be perceived as challenges to translation. This aim is based on the fact that although the American continent is a territory marked by complexity regarding peoples, traditions, customs, languages, among other factors, it is possible to establish a dialogue between the different histories and cultures relative to the Americas if we think about the African diaspora in the referred context. In literature, Morrison and Evaristo use cultural references and/or dialectal varieties linked to the peoples of the African diaspora in order to publicize the history of Afro- descendants in their home countries. This history is generally related to slavery, racism and the search for the construction of their identities.

Keywords: Americas; Afro-brazilian literature; African-american literature; Challenges; Translation


Palavras-chave


Américas; Literatura afro-brasileira; Literatura afro-americana; Desafios; Tradução

Texto completo:

PDF

Referências


AIXELÁ, Javier Franco. Culture-specific Items in Translation. In: ALVAREZ, Román; VIDAL, Carmen-África (Eds.). Translation, Power, Subversion. Clevedon: Multilingual Matters, 1996.

ANACAONA, Paula. L´histoire de Ponciá. ActuaLitté: les univers du livre, 13 mar. 2015. Disponível em: . Acesso em: 14 mar. 2015.

BROCKES, Emma. Toni Morrison: “I Want to Feel What I Feel. Even If It’s Not Happiness”. The Guardian Online, Reino Unido, 13 abr. 2012. Disponível em: . Acesso em: 30 fev. 2015.

DUARTE, Eduardo de Assis (Org.). Literatura e afrodescendência no Brasil: antologia crítica. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011. Vol. 2 (a). 2013.

EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Belo Horizonte: Mazza, 2003.

EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. 2. ed. Belo Horizonte: Mazza, 2006.

EVARISTO, Conceição. Da grafia-desenho de minha mãe, um dos lugares de nascimento de mi-nha escrita. In: Alexandre , Marcos Antônio (Org.). Representações performáticas brasileiras: teorias, práticas e suas interfaces. Belo Horizonte: Mazza, 2007.

EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Traduzido por Paloma Martinez Cruz. Texas: Host-Publications, 2007.

FERNANDES, Millôr. The cow went to the swamp ou A vaca foi pro brejo. 9. ed. Rio de Janeiro: Record, 1988.

GATES, Henry L. Jr.; McKAY, Nellie Y. (Orgs.). The Norton Anthology of African American Literature. New York: W. W. Norton, 1997.

GATES, Henry L. Jr. The Signifying Monkey: A Theory of African American Literary Criticism. New York; Oxford: Oxford University Press, 1989.

GENTZLER, Edwin. Translation Without Borders. Translation: A Transdisciplinary Journal, v. 1., n. 1., 2014. Disponível em:. Acesso em: 20 fev. 2015.

HACKNEY, Sheldon. I Come From People Who Sang All Time: A Conversation With Toni Morrison. 1996. In: DENARD, Carolyn (Org.). Toni Morrison: Conversations. Jackson: University Press of Mississippi, 2008. p. 126-138.

HOUSTON, Pam. Pam Houston Talks With Toni Morrison. 2005. In: DENARD, Carolyn (Org.). Toni Morrison: Conversations. Jackson: University Press of Mississippi, 2008. p. 228-259.

LANDERS, Clifford. Literary Traslation: a practical guide. Clevedon: Multilingual Matters: 2001.

LIMA, Omar da Silva. O comprometimento etnográfico afrodescendente das escritoras negras Conceição Evaristo & Geni Guimarães. 2009. 172p.Tese (Doutorado em Literatura Brasileira) – Departamento de Teoria Literária e Literatura, Universidade de Brasília.

LUCCHESI, Dante; BAXTER, Alan; RIBEIRO, Ilza (Orgs.). O português afro-brasileiro. Salvador: EDUFBA, 2009.

MORRISON, Toni . Beloved. New York: Vintage Books, 2004.

MORRISON, Toni. Amada. Tradução de José Rubens Siqueira. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

NEVES, Lucas. Negra em Salão do Livro causa furor, diz autora brasileira. In: Folha de são Paulo. 23 mar. 2015. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2015.

RUSHDIE, Salman. An Interview with Toni Morrison. 1992. In: DENARD, Carolyn (Org.). Toni Morrison: Conversations. Jackson: University Press of Mississippi, 2008. p. 51-61.

SILVA, Luciana de Mesquita. Literatura traduzida em foco: Toni Morrison e Beloved no contexto cultural brasileiro. 2015. 202p. Tese (Doutorado em Letras – Estudos da Linguagem) – Departamento de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

VALENTE, Marcela Iochem. A tradução e a construção de imagens culturais: Ponciá Vicêncio, de Conceição Evaristo, e sua tradução para o inglês. 2013. 162p. Tese (Doutorado em Estudos Letras – da Linguagem) – Departamento de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

VENUTI, Lawrence. Translation as Cultural Politics: Régimes of domestication in English. In: BAKER, Mona (Ed.). Critical Readings in Translation Studies. London and New York: Routledge, 2010. p. 65-79.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2015.4.20324

e-ISSN: 1984-7726

ISSN-L: 0101-3335

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS