Ecos e reverberações: o caminho (oculto) da amizade

José Luiz Foureaux de Souza Júnior

Resumo


O presente artigo pretende esboçar um caminho de leitura de um conto de Mário Cláudio: “António Nobre e Alberto de Oliveira”. Na abrangência da Literatura Comparada em seu capítulo dedicado à Estética da Recepção a leitura apresenta se desenvolve a partir da articulação de dois conceitos fundamentais: homossociabilidade e homoerotismo. Na perspectiva de leitura a que se circunscreve, este trabalho procura se orientar por um arcabouço teórico que conta com ideias oriundas da Psicanálise (Freud e Lacan) e da Sociologia (Bourdieu). Ainda que eclipsadas, estas ideias contam com o respaldo do raciocínio de Michel Foucault. Sem a pretensão de ser definitivo, dado que se trata de trabalho originado e pesquisa pós-doutoral ainda em andamento, o presente artigo procura desenvolver leitura instigante do conto que aponta para uma releitura da correspondência entre os dois poetas que dão título à narrativa de Mário Cláudio.

 

************************************************************************************************************************************************************************************************************

 

Echoes and reverberations: the friendship’s (hidden) way

Abstract: This article aims to outline a reading path of a short story by Mário Cláudio: “António Nobre e Alberto de Oliveira”. In the scope of Comparative Literature in the chapter devoted to the Reception Aesthetics reading has developed from the joint of two fundamental concepts: homosociability and homoeroticism. In reading perspective that is limited, this work seeks to be guided by a theoretical framework that has ideas derived from psychoanalysis (Freud and Lacan) and Sociology (Bourdieu). Although eclipsed, these ideas have the support of Michel Foucault reasoning. No claim to be definitive, as it is originated work and post-doctoral research in progress, this article seeks to develop thought-provoking reading of the story that points to a re-reading of the correspondence between the two poets who give title to Mário Cláudio’s shor story.

Keywords: Portuguese Literature; Reading; Mário Cláudio; Homoeroticism; Comparative Literature.


Palavras-chave


Literatura Portuguesa; Leitura; Mário Cláudio; Homoerotismo; Literatura Comparada.

Texto completo:

PDF

Referências


ACHTER, Erik Adolf Van. On the nature of the [Portuguese] short story: a poetics of intimacy. 2010. 323 f. Tese (Doutorado em Letras) – Departamento de Letras, Universiteit Utrecht, Utrecht: 2010.

AUBRIT, Jean-Pierre. Le conte et la nouvelle. Paris: Armand Colin, 1997.

BARTHES, Roland. Aula. São Paulo: Cultrix, 1989.

BAUDRILLARD, Jean. Da sedução. Trad. Tânia Pellegrini. Campinas: Papirus, 1991.

BLOOM, Harold. A angústia da influência: uma teoria da poesia. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

BLOOM, Harold. Como e porque ler. Trad. José Roberto O’Shea. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Trad. Maria Helena Kúhner. Rio de Janeiro: Bertrand do Brasil, 1999.

BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia grega. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1989.

CASTILHO, Guilherme de. António Nobre: correspondência. Lisboa: Imprensa Nacional: Casa da moeda, 1952.

CASTRO Laura. Mário Cláudio: 30 anos de trabalho literário (1969-1999). Porto: Cooperativa Árvore, 1999.

CLÁUDIO, Mário. Triunfo do amor português. Lisboa: Dom Quixote, 2004.

COELHO, Jacinto do Prado (Coord.). Dicionário de literatura portuguesa, brasileira, galega,africana. Porto: Figueirinhas, s/d.

COSTA, Jurandir Freire. A inocência e o vício: estudos sobre o homoerotismo. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1992.

COSTA, Jurandir Freire. A Ética e o espelho da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

COSTA, Jurandir Freire. A face e o verso: estudos sobre o homoerotismo II. São Paulo: Escuta, 1995.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: a vontade de saber. Trad. de Maria Theresa Costa Albuquerque e José Augusto Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade III: o cuidado de si. Trad. de Maria Theresa Costa Albuquerque e José Augusto Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

FRÖHLICHER, Peter; GÜNTERT, Georges (Eds.). Teoría e interpretación del cuento. Bern: Frankfurt: Peter Lang, 1995.

GOMES, Graça Joana da Cruz. História, ficção e transgressões em “Triunfo do amor português” de Mário Cláudio. 2009. 134 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Letras, Universidade de Coimbra, Coimbra, 2009.

GOTLIB, Nádia Battella. Teoria do Conto. São Paulo: Ática, 1987.

GOULART, Rosa Maria. O conto: da literatura à teoria literária. Forma Breve – revista de literatura, Aveiro, n. 1, p. 9-16, 2003.

HUTCHEON, Linda. Poética do pós-modernismo: história, teoria e ficção. Trad. de Ricardo Cruz. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

IMBERT, Enrique Anderson. Teoría y técnica del cuento. Barcelona: Ariel, 1991.

ISER, Wolfgang. O ato de leitura: uma teoria do efeito estético. São Paulo: 34, 1996-1999. 2 v.

ISER, Wolfgang. O fictício e o imaginário. Rio de Janeiro: UERJ, 1996.

JAUSS, Hans Robert. A estética da recepção: colocações gerais. In: COSTA LIMA, Luiz (Org.). A literatura e o leitor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979, p. 43-61.

JAUSS, Hans Robert. A história da literatura como provocação à teoria literária. Trad. De Sérgio Tellaroli. São Paulo: Ática, 1994.

KIEFER, Charles. A poética do conto de Poe a Borges – um passeio pelo gênero. São Paulo: Leya, 2011.

LETRIA, José Jorge. Conversas com letras – entrevistas com escritores. Lisboa: O Escritor, 1994.

LOHAFER, Susan; LOUNSBERRY, Barbara; ROHRBERGER, Mary; PETT, Stephen; FEDDERSEN, Rick (Eds.). The tales we tell: perspectives on the short story. Westport: Greenwood Press, 1998.

LOPES, Óscar; MARINHO, Maria de Fátima (Eds.). História da literatura portuguesa. Lisboa: Alfa, 2002.

LOPES, Óscar; SARAIVA, António José. História da literatura portuguesa. Porto: Porto Editora, 2005.

LOURENÇO, Eduardo. O canto do signo: existência e literatura (1957-1993). Lisboa: Editorial Presença, 1994.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes, 1999.

MACHADO, Álvaro Manuel. Dicionário de literatura portuguesa. Lisboa: Presença, 1996.

MATOS, Joaquim. Mário Cláudio: ficção e ideário. Porto: Caixotim, 2004.

MELO, João de. Antologia do conto português. Lisboa: Dom Quixote, 2005.

MORÃO, Paula. Viagens na terra das palavras. Lisboa: Cosmos, 1993.

MOSSE, George L. The image of man: the creation of modern masculinity. Nova York: Oxford University Press, 1996.

NOLASCO, Sócrates. O mito da masculinidade. Rio de Janeiro: Rocco, 1993.

REIS, Carlos. História crítica da Literatura Portuguesa. Lisboa: Editorial Verbo, 2006.

SANTOS, Roberto Corrêa. Para uma teoria da interpretação. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1989.

SEDGWICK, Eve Kosofsky. Between men: english literature and male homossocial desire. New York: Columbia University Press, 1985.

WINTER, Per; LOTHE, Jakob; SKEI, Hans. The art of brevity: excursions in short fiction theory and analysis. Columbia: University of South Carolina Press, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2015.4.19716

e-ISSN: 1984-7726

ISSN-L: 0101-3335

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS