Arquivo secreto: dedicatória e cartas de amor na escrita de Grande sertão: veredas

Ivana Ferrante Rebello

Resumo


O presente trabalho propõe a reflexão de um elemento de fora do perímetro textual: a dedicatória de Grande sertão: veredas, romance de João Guimarães Rosa, subsidiado pela leitura da correspondência trocada entre o escritor e sua mulher, Aracy Moëbius de Carvalho Guimarães Rosa. A análise desses dois elementos paratextuais possibilitou uma escuta diferenciada do romance, permitindo que os espaços da ficção e da vida pudessem ser entretecidos. A abordagem aqui apresentada, tal como defende algumas vezes o autor mineiro, considera o traço autobiográfico da sua ficção, o que se comprova por meio da análise cuidadosa da correspondência íntima de ambos.


Palavras-chave


Dedicatória; Correspondência; Grande sertão: veredas

Texto completo:

PDF

Referências


BRUM, Eliane. O último desejo de Guimarães Rosa. Revista Época, 18 set. 2009. Disponível em: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,ERT12760-15220-12760-3934,00.html. Acesso em: 12 nov. 2011.

CAMPOS, Nathalia. A Narrativa do eu: a carta como intriga biográfica e como gênero literário. In: SAID, Roberto; NUNES, Sandra. (Org.). Margens Teóricas. Memórias e Acervos Literários. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010. p. 11-23.

CAVALCANTE, Neuma. Aracy: esposa, cúmplice, companheira, inspiração. In: SEMINÁRIO MULHER E LITERATURA, 9, 2001, Belo Horizonte: Anais... Belo Horizonte, 2001.

CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. Trad. Reginaldo de Moraes. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 2003. p. 56.

DECOL, René Daniel. Aracy Guimarães Rosa. Disponível em: www.digestivocultural.com/ensaios. Acesso em: 03 jul. 2010.

FANTINI, Marli. (Org.). A poética migrante de Guimarães Rosa. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

GENETTE, Gerard. Paratexts: Thresholds of Interpretation. Cambridge, UK: Cambridge University Press, March 1977.

LEITE, Dante Moreira. Campo Geral. Psicologia e Literatura. 4. ed. São Paulo: Huicitec-Ed. Unesp, 1987.

LORENZ, Günter. Diálogo com Guimarães Rosa. In: COUTINHO, Eduardo F. (Org.). Guimarães Rosa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1983. p. 62-100. (Coleção Fortuna Crítica).

MARÇOLA, Bernardo Andrade. A porosidade poética de Riobaldo, o cerzidor: ritmo, transcendência e experiência estética em Grande sertão: veredas. 2006. 270 p. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

MINÉ, Elza; CAVALCANTE, Neuma. Memória de leitura e rememoração de viagem: cartas de João Guimarães Rosa para Aracy de Carvalho Guimarães Rosa. In:

FANTINI, Marli. (Org.). A poética migrante de Guimarães Rosa. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008. p. 426-443.

MILAN, Pollianna. A heroína que o povo não conheceu. In: Gazeta do Povo, Vida e Cidadania, 09 out. 2010. p. 8.

PESSOA, Fernando. Obra poética. Rio de Janeiro: José Aguilar Ed., 1972. p. 164.

REBELLO, Ivana Ferrante. Poética de atrito: pedras, jogo e movimento no Grande sertão. 2011. 248 p. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011. Revista Veja, Edição 2048, 20 fev. 2008.

ROSA, João Guimarães. Correspondência com seu tradutor alemão Curt Meyer-Clason. Org. e notas Maria Apparecida Faria M. Bussolotti. Rio de Janeiro: Nova Fronteira: Academia Brasileira de Letras; Belo Horizonte, MG: Ed. da UFMG, 2003.

ROSA, João Guimarães. Grande Sertão: veredas. 19. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2014.2.15366

e-ISSN: 1984-7726

ISSN-L: 0101-3335

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS