A redução do ditongo [ãw] postônico na morfologia verbal do português brasileiro: uma abordagem baseada no uso

Thaïs Cristófaro Silva, Marco Silva Fonseca, Maria Cantoni

Resumo


Este artigo tem por objetivo investigar a redução do ditongo [ãw] postônico na morfologia verbal do português brasileiro (PB). Foram considerados verbos da primeira conjugação nos seguintes tempos verbais: 1) presente do indicativo: cantam; 2) pretérito perfeito do indicativo: cantaram e 3) pretérito imperfeito do indicativo: cantavam. Os resultados indicam que está em curso no PB um amplo mecanismo que visa reorganizar o paradigma verbal para um menor número de terminações verbais (Duarte, 1996), e que tal mecanismo é implementado através de concessões e restrições da organização gramatical. Assim, a redução do ditongo [ãw] átono na morfologia verbal se contextualiza na fonologia do PB através da redução segmental em posições prosodicamente fracas. Os verbos mais frequentes são afetados em maiores índices em decorrência da motivação fonética da redução segmental em contexto átono, e regularizando o paradigma verbal por nivelamento analógico.

Palavras-chave


Redução de ditongo; Fonologia de uso; Frequência lexica

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.