A crise da crítica

Larissa Drigo Agostinho

Resumo


Diante da enorme presença dos diagnósticos contemporâneos sobre o fim da arte e a respeito de uma falência da crítica, procuramos nos interrogar sobre esta questão, traçando uma analogia entre o momento que vive a crítica literária brasileira e a poesia contemporânea em paralelo com a situação da crítica francesa estruturalista e da crítica francesa contemporânea. Procuramos demonstrar que o estado atual de crise que vive o Brasil é análogo ao que ocorre na França, e esta crise tem uma origem comum: o romantismo. Este artigo termina com uma demonstração de como a poesia de Mallarmé pode fornecer um modelo de crítica que nos permitiria sair deste estado de crise.

 

************************************************************************************************************************************************************************************************************

 

The crises of criticism

 

Abstract: Given the huge presence of contemporary diagnoses about the end of art or a critical failure, we ask ourselves about this question by drawing an analogy between the moment that lives the actual Brazilian literary criticism and are contemporary poetry in parallelism with the situation of French structuralism and the contemporary French criticism. We intend to demonstrate that the current state of crisis affecting Brazil is analogous to what occurs in France, and this crisis has a common origin: the romanticism. This article ends showing how the poetry of Mallarmé tried to find a way out of the crisis he lived due to romanticism and exploring the ideas it contains about criticism. 

 

Keywords: Modernity; Criticism; Lyrical poetry


Palavras-chave


Modernidade; Crítica; Poesia lírica

Texto completo:

PDF

Referências


DE MAN, Paul. Criticism and crisis. Blindness and insight: essays in the rhetoric of contemporary criticism. London: Routledge, 1989.

FOUCAULT, Michel. Nietzsche, Freud e Marx. São Paulo: Princípio, 1997.

FOUCAULT, Michel. Les mots et les choses. Paris: Gallimard, 1996.

MALLARMÉ, Stéphane. OEuvres complètes. Paris, Gallimard, 2003.

PRADO JUNIOR, Bento. Alguns ensaios: filosofia, literatura, psicanálise. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

SAFATLE, Vladimir. Cinismo e falência da crítica. São Paulo: Boitempo, 2008.

SISCAR, Marcos. Poesia e crise. São Paulo: Editora da Unicamp, 2008.

SIMON, Iumina. O que fizeram com a poesia brasileira. Piauí, Rio de Janeiro, n. 61. Outubro, 2010. Disponível em:

condenados-a-tradicao>. Acesso em: 26 nov. 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2016.1.11443

e-ISSN: 1984-7726

ISSN-L: 0101-3335

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS