A ortografia também é gente. Falar como os brasileiros ou com os brasileiros?

Carlos Reis

Resumo


De acordo com o imaginário português, o Brasil como país e o brasileiro que ele conformou têm sido glosados na cultura portuguesa desde a carta de Pero Vaz de Caminha. Desse modo, a que consiste em postular a existência de um idioma brasileiro, também ele autonomizado em relação à matriz linguística que é o português, enquanto língua de difusão e implantação colonial. Para os efeitos pretendidos neste texto serão tomados como ponto de partida as obras As Pupilas do Senhor Reitor (1867) de Júlio Dinis e O Crime do Padre Amaro de Eça de Queirós, dois testemunhos recolhidos na ficção portuguesa do século XIX.

Palavras-chave


Português; Ortografia; Brasil

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1984-7726 | ISSN-L: 0101-3335


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.