Características do tratamento medicamentoso de pacientes diabéticos de uma Unidade Básica de Saúde

Gerlany de Fátima dos Santos Pereira, Giovandra Pinto Barboza, Liudmila Otero Miyar

Resumo


Objetivo: Este estudo teve como objetivo descrever as características e a complexidade de associações do tratamento medicamentoso de pacientes diabéticos em seguimento por equipe multiprofissional na Unidade Básica de Saúde da Universidade Federal do Amapá (UBS/UNIFAP). Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo e transversal. Sua população foi constituída por 40 pacientes diabéticos tipo 2 que atenderam aos critérios de inclusão, realizado de maio de 2007 a abril de 2008. As variáveis investigadas foram as características do tratamento (medicação prescrita e a medicação mencionada pelo paciente) e a complexidade do tratamento (a associação de medicações, a quantidade de comprimidos que o paciente toma por dia, o quantitativo de vezes que esses comprimidos são utilizados por dia e o tempo de uso do medicamento). Para a coleta de dados utilizou-se formulário e para análise o programa estatístico SPSS 9.0. Resultados: Os resultados mostraram que 85,0% dos pacientes relataram fazer tratamento medicamentoso, 82,5% seguiram um plano alimentar e 42,5% realizaram um plano de atividades físicas. Sobre as características do tratamento, obteve-se quanto aos medicamentos que a prevalência é dos que fazem uso de Sulfoniluréias com 67,7% e Biguanidas com 41,2%, sendo que 20,6% utilizam Insulina. Conclusão: Nas características do tratamento investigadas, foram encontradas diferenças entre medicamentos prescritos e referidos pelos pacientes. Na complexidade, encontrou-se que 54,5% deles utilizam associação de medicações. Alguns pacientes que utilizavam Biguanida e Sulfoniluréia relataram quantidades incorretas de números de comprimidos que deveriam tomar/dia e declararam valores errôneos de vezes que deveriam tomar os medicamentos/dia.

Palavras-chave


enfermagem; diabetes mellitus; adesão à medicação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2010.2.7500

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS