Incontinência urinária: abordagem interdisciplinar em uma Unidade Básica de Saúde

Caroline Helena Lazzarotto de Lima, Gabriela Tomedi Leites, Lidiane Bernardy, Marcielli Lilian Trevisan, Cássia Luíse Boettcher, Gabriela Chiochetta, Heloísa Reckziegel Bello

Resumo


Introdução: A incontinência urinária (IU) ocorre entre 30 e 60% das mulheres durante o climatério. O impacto negativo gerado pela IU no cotidiano repercute nos âmbitos físico, social e psicológico da mulher, afetando sua qualidade de vida. Frente a essas implicações e, partindo da consideração de que cada mulher vivencia este problema de forma singular, torna-se necessária uma abordagem integral, ancorada nos preceitos de um atendimento humanizado. Objetivo: Relatar as atividades realizadas por uma equipe multiprofissional em um grupo voltado à educação para a saúde, à prevenção e ao tratamento da IU em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) da cidade de Porto Alegre/RS. Descrição da experiência: O trabalho baseou-se na dinâmica de grupo aberto, voltado à realização e ao aprendizado de técnicas cinesioterapêuticas para a reeducação do assoalho pélvico, juntamente com a promoção de um espaço de suporte, troca de informações e experiências em relação a IU. Os encontros eram realizados semanalmente e divididos em duas partes: diálogo aberto e, após, cinesioterapia. Considerações finais: As atividades favoreceram a troca de experiências e a construção de conhecimento nos aspectos relacionados à IU. O trabalho em grupo mostrou-se como uma forma viável, pouco onerosa, que possibilitou o fácil acesso às informações relativas à IU a um maior número de mulheres. A realização do grupo, com enfoque interdisciplinar, contribuiu para uma visão ampliada da saúde, para o atendimento integral e humanizado à mulher.

Palavras-chave


assistência integral à saúde; saúde da mulher; incontinência urinária

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2010.2.6723

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS