Prevalência de desordens musculoesqueléticas em odontologistas de Caxias do Sul

Franciele Gazzola, Natália Sartor, Simone Nunes Ávila

Resumo


Objetivo: Identificar a prevalência de desordens musculoesqueléticas que acometem Odontologistas de Caxias do Sul, correlacionando os achados significativos. Materiais e métodos: estudo do tipo observacional transversal descritivo onde foi aplicado um questionário semi-estruturado com questões sócio-demográficas, clínicas e laborais, elaborado com base em questionários utilizados em outras pesquisas. Os dados foram analisados no programa SPSS 11.0 e, para verificar as associações dos sintomas com as variáveis demográficas, clínicas e laborais (sexo, idade, posição adotada no trabalho, jornada de trabalho, tempo de atuação e região corporal), foi utilizado o teste do qui-quadrado, com nível de significância de 5%. Resultados: Participaram do estudo 71 Odontologistas, sendo 46 homens e 25 mulheres, com média de idade de 37 anos. Os resultados apontaram uma alta prevalência (98,6%) de desordens musculoesqueléticas nesses profissionais, onde as regiões mais acometidas foram: a coluna cervical (77,5%), a coluna lombar (73,3%) e os ombros (69%). A relação entre desordens musculoesqueléticas e sintoma concomitante foi estatisticamente significativa para as desordens musculoesqueléticas na coluna cervical (p=0,014), nos cotovelos (p=0,002), nos antebraços (p=0,002) e nos punhos/mãos/dedos (p=0,015). Conclusões: Podemos concluir que a prevalência de desordens musculoesqueléticas nesses profissionais foi alta e provavelmente está associada às características da prática do profissional de Odontologia.

Palavras-chave


fisioterapia; reabilitação; epidemiologia; LER/DORT

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2008.2.4251

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS