Saúde e interdisciplinaridade: mundo vasto mundo

Jussara Maria Rosa Mendes, Alzira Maria Baptista Lewgoy, Esalba Carvalho Silveira

Resumo


O artigo retoma a evolução da concepção saúde/doença no curso da história, identificando os movimentos que vão se construindo na direção de uma visão multi e interdisciplinar naquele processo. Realizou-se uma revisão bibliográfica sobre o tema que proporcionou revisitar a história. No percurso a imagem que se oferece é, então, de um “vasto mundo vasto”, como mostra a poesia de Drummond, cuja máquina para o seu entendimento exige uma consciência aguda a respeito das desigualdades e eqüidades por ele produzido. A elaboração deste trabalho possibilitou ressignificar a relevância da articulação dos diferentes saberes, numa sociedade globalizada também pelo conhecimento, bem como sendo um caminho na integralidade das ações profissionais e na operacionalização das políticas públicas de promoção, prevenção, tratamento e reabilitação A ausência da interdisciplinaridade, implica na fragmentação dos dispositivos das tecnologias em saúde, e em práticas reificadas.

Palavras-chave


políticas; planejamento; administração em saúde; história.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2008.1.3864

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS