Efeitos da suplementação de oxigênio no exercício em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica não-hipoxêmicos

Rafael Saldanha dos Santos, Márcio Vinícius Fagundes Donadio

Resumo


Introdução: A oxigenoterapia é uma modalidade de tratamento utilizada em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) para a manutenção da saturação arterial da oxihemoblogina (SpO2) acima de 90%. Em pacientes que apresentam redução na SpO2 durante o exercício, a suplementação de oxigênio durante o esforço contribui para um aumento da tolerância ao exercício. Objetivo: O objetivo deste estudo é avaliar, através de uma revisão da literatura, os efeitos da suplementação de oxigênio em pacientes com DPOC não-hipoxêmicos durante o repouso sobre a tolerância ao exercício, a SpO2 e a dispnéia. Materiais e Métodos: Foi realizada uma pesquisa nos bancos de dados Medline/Pubmed e Scielo. Foram selecionados ensaios clínicos randomizados e controlados, no período de 1996 a 2007, no idioma inglês ou português, em que as palavras-chave DPOC, oxigênio, exercício e reabilitação estivessem presentes no título ou resumo. Resultados: De 10 artigos que utilizaram oxigênio durante o esforço em pacientes não-hipoxêmicos no repouso, 7 apresentaram efeitos benéficos, sendo possível afirmar que o oxigênio durante o esforço pode auxiliar os pacientes com DPOC na melhora do desempenho no exercício e contribuir na manutenção ou melhora da SpO2. Não foi demonstrada melhora significativa em relação à sensação de dispnéia. A utilização de O2 antes e/ou após o exercício ou durante um programa de reabilitação parece não trazer benefícios adicionais. Conclusões: A suplementação de oxigênio durante o esforço para pacientes com DPOC não-hipoxêmicos no repouso promove manutenção ou melhora na SpO2 e melhora no desempenho durante o exercício.

Palavras-chave


doença pulmonar obstrutiva crônica; oxigênio; exercício; reabilitação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2008.1.3849

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS