Educação alimentar e nutricional para população idosa: uma revisão integrativa

Nathalia Barbosa de Aquino, Tiago Gomes Santos, Maria Izabel Siqueira de Andrade, Vanessa Sá Leal, Juliana Souza Oliveira

Resumo


Introdução: Pesquisas tem mostrado o acelerado crescimento populacional dos idosos e, a alimentação saudável é um importante meio de alcançar um envelhecimento ativo e saudável.

Objetivo: Descrever as evidências científicas publicadas na literatura acerca das publicações na área de EAN voltada para a população idosa.

Materiais e Métodos: Revisão integrativa feita nas bases de dados eletrônicas (SCIELO, MEDLINE e LILACS), utilizando os termos: “educação alimentar e nutricional”, “educação em saúde” e “idosos”. Foram incluídos artigos publicados no período de 2006 a 2016, nos idiomas inglês, espanhol e português, que abordavam a temática.

Resultados: Na amostra final permaneceram 5 artigos, sendo 1 nacional e 4 internacionais. Verificou-se que os artigos analisados utilizaram como prática de EAN, atividades culinárias e lúdico-pedagógicas, três estudos também realizaram a avaliação do estado nutricional como meio de avaliação da intervenção, além de questionários e diário de campo. As pesquisas mostraram os benefícios da EAN na população idosa.

Conclusão: A educação alimentar e nutricional pode contribuir não somente para a alimentação saudável, mas inclusive, para a melhora da saúde mental e da socialização da pessoa idosa, contribuindo para o prolongamento de uma velhice com autonomia e independência.


Palavras-chave


educação alimentar e nutricional; educação em saúde; idosos.

Texto completo:

PDF

Referências


World Health Organization. Relatório Mundial de Envelhecimento e Saúde. Genebra: WHO; 2015.

Kuchemann BA. Envelhecimento populacional, cuidado e cidadania: velhos dilemas e novos desafios. Soc Estado. 2012; 27(1):165-80. https://doi.org/10.1590/S0102-69922012000100010

Mesquita GV. Morbimortalidade em idosos por fratura proximal do fêmur. Texto Contexto Enferm. 2009;18(1):63-7. https://doi.org/10.1590/S0104-07072009000100008

Farias RG, Santos SMA. Influência dos determinantes do envelhecimento ativo entre idosos mais idosos. Texto Contexto Enferm. 2012;21(1):167-76. https://doi.org/10.1590/S0104-07072012000100019

World Health Organization. Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde; 2005.

Ramos FP, Santos LAS, Reis ABC. Educação alimentar e nutricional em escolares: uma revisão de literatura. Cad Saúde Pública. 2013;29(11):2147-61. https://doi.org/10.1590/0102-311x00170112

Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2008; 17(4):758-64. https://doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018

Milton Keynes Primary Care Trust. Critical Appraisal Skills Programme. London: Oxford; 2002.

Critical Appraisal Skills Programme (CASP) [Internet]. 2013 [citado 2016]. Disponível em: http://www.casp-uk.net/#!casptoolschecklists/c18f8

Stillwell SB, Fineout-Overholt E, Melnyk BM, Williamson KM. Evidence-based practice: step by step. Am J Nurs. 2010;110(5): 41-7. https://doi.org/10.1097/01.NAJ.0000372071.24134.7e

Alencar MSS, Barros Júnior FO, Carvalho CMRG. Os aportes sócio-políticos da educação nutricional na perspectiva de um envelhecimento saudável. Rev Nutr.2008;21(4):369-81. https://doi.org/10.1590/S1415-52732008000400001

Shahar S, Adznam SN, Lee LK, Yusof NA, Salleh M, Mohamed Sakian NI. A Nutrition Education Intervention for Anthropometric and Biochemical Profiles of Rural Older Malays with Metabolic Syndrome. Public Health Nurs. 2013;30(2):140-9. https://doi.org/10.1111/j.1525-1446.2012.01051.x

Yan Chung LM, Yee Chung JW. Effectiveness of a food education program in improving appetite and nutritional status of elderly adults living at home. Asia Pac J Clin Nutr 2014;23(2):315-20

Francis SL, Macnab L, Shelley M. A theory-based newsletter nutrition education program reduces nutritional risk and improves dietary intake for congregate meal participants. J Nutr Gerontol Geriatr. 2014;33(2):91-107 https://doi.org/10.1080/21551197.2014.906336

McClelland JW, Jayaratne KS, Bird C. Use of song as an effective teaching strategy for nutrition education in older adults. J Nutr Gerontol Geriatr. 2015;34(1):22-33 https://doi.org/10.1080/21551197.2014.998327

Santos LAS. Educação alimentar e nutricional no contexto da promoção de práticas alimentares saudáveis. Rev Nutr. 2005,18(5):681-92. https://doi.org/10.1590/S1415-52732005000500011

Rosset I, Pedrazzi EC, Roriz-Cruz M, Morais EP, Rodrigues RAP. Tendências dos estudos com idosos mais velhos na comunidade: uma revisão sistemática (inter)nacional. Rev Esc Enferm USP. 2011;45(1):264-71. https://doi.org/10.1590/S0080-62342011000100037

Castro IRR, Souza TSN, Maldonado LA, Caniné ES, Rotenberg S, Gugelmin SA. A culinária na promoção da alimentação saudável: delineamento e experimentação de método educativo dirigido a adolescentes e a profissionais das redes de saúde e de educação. Rev Nutr. 2007;20(6):571-88. https://doi.org/10.1590/S1415-52732007000600001

Diez-Garcia RW, Castro IRR. A culinária como objeto de estudo e de intervenção no campo da alimentação e nutrição. Cien Saude Colet. 2011;16(1):91-8. https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000100013

Oliveira AJ, Raffaelli SC, Colauto RD, Casa Nova SP. Estilos de aprendizagem e estratégias ludopedagógicas: percepções no ensino da contabilidade. Adv Sci Appl Account. 2013;6(2):236-62. https://doi.org/10.14392/ASAA.2013060206

Almeida PN. Educação lúdica: técnicas e jogos pedagógicos. São Paulo: Loyola; 1990.

Macedo L, Petty ALS, Passos NC. Os jogos e o lúdico na aprendizagem escolar. Porto Alegre: Artmed; 2005.

Marques MHPG. Comunicar com o coração: a musicoterapia e o idoso com doença de Alzheimer. Relatório de estágio do Mestrado em Musicoterapia. Lisboa: Universidade Lusíada; 2013.

Freire P. Pedagogia do Oprimido. 17ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 1987.

Rodrigues LPF, Roncada MJ. Educação nutricional no Brasil: evolução e descrição de proposta metodológica para escolas. Comun Ciênc Saúde. 2008;19(4):315-22.

Cunha L, Lopes MSL, Pereira F. Papel da educação para a promoção do suporte social e nível de satisfação com a vida. In: López ST, Pérez OG, Calvo JVP. La crisis social y el del bienestar las respuestas de la pedagogía social. Oviedo: Universidad de Oviedo; 2013. p. 228-35.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2018.2.25305

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS