Programa de auxílio para alimentação de adultos hospitalizados: estudo quase-experimental

Denise Müller Garateguy, Jáder da Cruz Cardoso, Michelli Cristina Silva de Assis

Resumo


Objetivo: Avaliar a efetividade de um programa de auxílio para alimentação de pacientes hospitalizados.
Materiais e Métodos: Estudo quase-experimental realizado com adultos de um hospital de médio porte. Avaliaram-se os percentuais de ingestão do desjejum, colação e almoço entre dois grupos: auxílio para alimentação de voluntário e sem auxílio para alimentação. Considerado como 100% o paciente que ingeriu tudo, 75% ingeriu ¾, 50% ingeriu metade, 25% ingeriu ¼ e 0% não ingeriu nada. O estado nutricional foi aferido pelo índice de massa corporal (IMC) e percentual de perda de peso, além da aferição da circunferência do braço e panturrilha na inclusão e a cada sete dias. Estudo aprovado pelo comitê de ética do Unilasalle/Canoas.
Resultados: Foram incluídos 90 indivíduos, 45 alocados em cada grupo. 46,7% eram do sexo masculino com média de idade de 67,5±15,7 anos. Ao término do estudo houve maior número de pacientes desnutridos entre o grupo sem auxílio (p=0,03). No décimo quarto dia de acompanhamento, o grupo com auxílio de voluntários ingeriu 67% versus 55% no grupo sem auxílio (p=0,014). Os motivos que levaram os pacientes ao jejum foram não aceitar a refeição oferecida (61,1%) e jejum terapêutico (29%).
Conclusão: O programa de auxílio para alimentação demonstrou aumento quantitativo no percentual de ingestão alimentar no sétimo dia, porém com significância estatística, no décimo quarto dia de acompanhamento.


Palavras-chave


desnutrição; ingestão de alimentos; jejum; terapia nutricional; adulto.

Texto completo:

PDF

Referências


Waitzberg DL, Caiaffa WT, Correia MITD. Inquérito Brasileiro de Avaliação Nutricional Hospitalar (Ibranutri). Rev Bras Nutr Clín.1999;14(2):124-34.

Malafaia G. A desnutrição protéico-calórica como agravante da saúde de pacientes hospitalizados. Arq Bras Ciên Saúde. 2009;34(2):101-7.

Lamb CA, Parr J, Lamb EI, Warren MD. Adult malnutrition screening, prevalence and management in a United Kingdom hospital: cross-sectional study. Br J Nutr. 2009;102(4):571-5. https://doi. org/10.1017/S0007114509236038

Dupertuis YM, Kossovsky MP, Kyle UG, Raguso CA, Genton L, Pichard C. Food intake in 1707 hospitalised patients: a prospective comprehensive hospital survey. Clin Nutr. 2003;22(2):115-23. http://dx.doi.org/10.1054/clnu.2002.0623

Phillipi ST, Aquino RC. Identificação de fatores de risco de desnutrição em pacientes internados. Rev Assoc Med Bras. 2011;57(6):637-43. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302011000600009

Agarwal E, Ferguson M, Banks M, Bauer J, Capra S, Isenring E. Nutritional status and dietary intake of acute care patients: results from the nutrition care Day survey 2010. Clin Nutr. 2012;31(1):41-7. http://dx.doi.org/10.1016/j.clnu.2011.08.002

São Paulo. Secretaria de Estado da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária. Portaria CVS-6/99, de 10 de março de 1999 [Internet]: regulamento técnico que estabelece os parâmetros e critérios para o controle higiênico-sanitário em estabelecimentos de alimentos. 1999 [capturado 2014 Mar 5]. Disponível em: http://www.cvs.saude.sp.gov.br/zip/E_PT-CVS-06_100399.pdf

Ferreira D, Guimarães TG, Marcadenti A. Aceitação de dietas hospitalares e estado nutricional entre pacientes com câncer. Einstein (São Paulo). 2013;11(1):41-6.

Sousa AA, Gloria MS, Cardoso TS. Aceitação de dietas em ambiente hospitalar. Rev Nutr. 2011;24(2):287-94. 10. Sass A, Marcon SS. Dependência para alimentar-se e consumo alimentar em idosos hospitalizados. Rev Bras Enferm. 2012; 65(6):955-61.

Azambuja FB, Beghetto MG, Assis MC, Mello ED. Food intake reported versus nursing records: is there agreement in surgical patients? Nutr Hosp. 2015;31(6):2735-9. http://dx.doi.org/10.3305/nh.2015.31.6.8691

Smith MD, McCall J, Plank L, Herbison GP, Soop M, Nygren J. Preoperative carbohydrate treatment for enhancing recovery after elective surgery. Cochrane Database Syst Rev. 2014 Aug 14;(8):CD009161. https://doi.org/10.1002/14651858.cd009161.pub2

Blackburn GL, Bistrian BR, Maini BS, Schlamm HT, Smith MF. Nutritional and metabolic assessment of the hospitalized patient. JPEN J Parenter Enteral Nutr. 1977;1(1):11-22. https://doi.org/10.1177/014860717700100101

Frisancho AR. Anthropometric standards for the assessment of growth and nutritional status. Ann Arbor: The University of Michigan Press; 1990.

Chumlea WC, Roche AF, Mukherjee D. Nutritional assessment of the elderly through anthropometry. Columbus, Ohio: Ross Laboratories;

Campanella LCA, Farias MB, Breitkopf T, Almeida CB, Mendes L, Fenilli M, Silva AA. Relação entre padrão alimentar e estado nutricional de idosos hospitalizados. Rev Bras Nutr Clin. 2007; 22(2):100-6.

Merhi VAL, Azank AT, Correa B, Fogaça KP, Oliveira MRM. Acompanhamento dietoterápico durante a internação em pacientes hospitalizados. Cad Saúde Coletiva. 2008;16(4):803-14.

Thibault R, Chikhi M, Clerc A, Darmon P, Chopard P, Genton L, Kossvsky MP, Pichard C. Assessment of food intake in hospitalized patients: A 10-year comparative study of a prospective hospital survey. Clin Nutr. 2011;30(3):289-96. http://dx.doi.org/10.1016/j.clnu.2010.10.002

Santos VA, Abreu SM. Impacto da desnutrição no paciente adulto hospitalizado. Rev Enferm UNISA. 2005;699-103.20. Bauer J, Bannister M, Crowhurst R, Denmeade SL, Horsley P, McDonald C, Martineau J, Willer F, Ash S. Nutritionday: An Australian hospital’s participation in international benchmarking on malnutrition. Nutr Diet. 2011;68(2):134-9. http://dx.doi.org/10.1111/j.1747-0080.2011.01513.x

Rüfenacht U, Rühlin M, Wegmann M, Imoberdorf R, Ballmer PE. Nutritional counseling improves quality of life and nutrient intake in hospitalized undernourished patients. Nutrition. 2010;26(1):53-60. http://dx.doi.org/10.1016/j.nut.2009.04.018

Fisberg MR, Marchioni DML, Colucci ACA. Avaliação do consumo alimentar e da ingestão de nutrientes na prática clínica. Arq Bras Endocrinol Metab. 2009;53(5):617-24.

Brunello MEF, Ponce MAS, Assis EG, Andrade RLP, Scatena LM, Palha PF, Villa TCS. O vínculo na atenção à saúde: revisão sistematizada na literatura, Brasil (1998-2007). Acta Paul Enferm. 2010;23(1):131-5.

Assis MC, Silveira CRM, Beghetto MG, Mello ED. Decreased calorie and protein intake is a risk factor for infection and prolonged lenght of stay in surgical patients: a prospective cohort study. Rev Nutr. 2016;29(3):307-16. http://dx.doi.org/10.1590/1678-98652016000300001

Detsky AS, McLaunghlin JR, Baker JP, Johnston N, Whitaker S, Mendelson RA, Jeejeebhoy KN. What is subjective global assessment of nutritional status? JPEN J Parenter Enteral Nutr. 1987;11(1):8-13.https://doi.org/10.1177/014860718701100108

Maicá AO, Schweigert ID. Avaliação nutricional em pacientes graves. Rev Bras Ter Intensiva. 2008;20(3):286-95.

Associação Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral; Associação Brasileira de Nutrologia. Projeto Diretrizes [Internet]: triagem e avaliação do estado nutricional. 2011 [capturado 2014 Nov 10]. Disponível em: http://www.projetodiretrizes.org.br/9_volume/triagem_e_avaliacao_do_estado_nutricional.pdf

Beghetto MG, Manna B, Gandal A, Mello ED, Polanczyk CA. Triagem nutricional em adultos hospitalizados. Rev Nutr. 2008;21(5): 589-601. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732008000500011




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2017.3.24740

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS