Elevada prevalência de fatores de risco para doenças crônicas entre universitários

Barbara Virginia Caixeta Crepaldi, Hayanny Pires Netto Guimarães, Cinthia Domingos Barbosa, Larissa Santos Molina, Lycea Maria Maciel Nogueira, Luana Padua Soares

Resumo


Objetivo: Este estudo avaliou a prevalência de fatores de risco compartilhados e modificáveis para doenças crônicas não transmissíveis entre estudantes de uma universidade pública brasileira.
Materiais e Métodos: Participaram do estudo 379 alunos de diferentes áreas de conhecimento e períodos. Os dados foram coletados por meio de questionário autoaplicável, contendo questões sobre o âmbito acadêmico, dados socioeconômicos, estado nutricional e estilo de vida.
Resultados: No total, 95,4% dos estudantes apresentaram pelo menos três fatores de risco, sendo os mais comuns o baixo consumo de frutas, hortaliças e leite, o consumo de carnes com excesso de gordura, a ingestão de bebidas alcoólicas, a ausência/carência de exercícios físicos e o gasto excessivo de tempo com eletrônicos. Observaram-se diferenças significativas de comportamento em relação a gênero, área de conhecimento e período.
Conclusão: Os resultados evidenciam um perfil preocupante entre os universitários e demonstram a necessidade de implementação de programas educativos no âmbito acadêmico, a fim de reduzir a exposição dos alunos aos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis.


Palavras-chave


doenças crônicas; estilo de vida; estudantes.

Texto completo:

PDF

Referências


Ministério da Saude (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Vigitel Brasil 2011: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Brasília: Ministério da Saúde; 2012.

Schmidt MI, Duncan BB, Silva GA, Menezes AM, Monteiro CA, Barreto SM, Chor D, Menezes PR. Doenças crônicas não transmissíveis no Brasil: carga e desafios atuais. Lancet. 2011;377:1949-61. http://dx.doi.org/10.1016/S0140-6736(11)60135-9

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Análise de Situação de Saúde. Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) no Brasil 2011-2022. Brasília: Ministério da Saúde; 2011.

Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Obesidade. Brasília: Ministério da Saúde; 2006.

Ledo-Varela MT, Román DAL, González-Sagrado M, Jauregui, OI, Vicente RC, Fuente RA. Características nutricionales y estilo de vida en universitarios. Nutr Hosp. 2011;26:814-18.

Cardoso DAP, Santos MLSC, Berardinelli LMM. A relação estilo de vida e tabagismo entre acadêmicos de enfermagem. Rev Eletr Enf [Internet]. 2009 [cited 2013 Mar 29];11(2):368-74. Available from: http://www.fen.ufg.br/revista/v11/n2/v11n2a18.htm

Paixão LA, Dias RMR, Prado WL. Estilo de vida e estado nutricional de universitários ingressantes em cursos da área de saúde do Recife/ PE. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2010;15:145-50.

Alves, EF. Estilo de vida de estudantes de graduação em enfermagem de uma instituição do sul do Brasil. Rev CPAQV. 2011;3(1):1-14.

Veras VS, Monteiro LZ, Landim CAP, Xavier ATF, Pinheiro MHNP, Montenegro RM. Levantamento dos fatores de risco para doenças crônicas em universitários. RBPS. 2007;20:168-72. http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2007.p168

Silva KS, Lopes AS, Vasques DG, Costa FF, Silva RCR . Simultaneidade dos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis em adolescentes: prevalênca e fatores associados. Rev Paul Pediatr. 2012;30:338-45. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822012000300006

World Health Organization. Obesity: prevening and managing the global epidemic. Geneva: WHO; 1990.

Ministério da Saúde (BR). Protocolos do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional – SISVAN na assistência à saúde. Brasília: Ministério da Saúde; 2008.

Ministério da Saude (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Vigitel Brasil 2013: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Brasília: Ministério da Saúde; 2014.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Saúde Escolar, 2012. Rio de Janeiro: IBGE; 2013.

Pate RR, Pratt M, Blair SN, Haskell WL, Macera CA, Bouchard C, Buchner D, Ettinger W, Heath GW, King AC, Kriska A, Leon AS, Marcus H, Morris J, Paffenbarger Jr RS, Patrick K, Pollock ML, Rippe JM, Sallis J, ilmore JH. Physical activity and public health. A recommendation from the Centers for Disease Control and Prevention and the American College of Sports Medicine. JAMA. 1995;273:402-7. http://dx.doi.org/10.1001/jama.1995.03520290054029

Ministério da Saúde (BR). Guia alimentar [Internet]: como ter

uma alimentação saudável. 2006 [cited 2014 Out 21]. Available

from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_

alimentacao_saudavel.pdf

Sousa TF, José HPM, Barbosa AR. Condutas negativas à saúde

em estudantes universitários brasileiros. Ciênc Saúde Colet. 2013;18:

-75. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232013001200013

Soedamah-Muthu SS, Ding EL, Al-Delaimy WK, Hu FB, Engberink

MF, Willett WC, Geleijnse JM. Milk and dairy consumption and

incidence of cardiovascular diseases and all-cause mortality: doseresponse

meta-analysis of prospective cohort studies. Am J Clin Nutr. 2011;93:158-71. http://dx.doi.org/10.3945/ajcn.2010.29866

Lee HJ, Cho JI, Lee HSH, Kim CI, Cho E. Intakes of Dairy Products and Calcium and Obesity in Korean Adults: Korean National Health and Nutrition Examination Surveys (KNHANES) 2007-2009. PLoS One. 2014 Jun 10;9(6):e99085. http://dx.doi.org/10.1371/journal.pone.0099085

Aune D, Norat T, Romundstad P, Vatten LJ. Dairy products and the risk of type 2 diabetes: a systematic review and dose-response metaanalysis of cohort studies. Am J Clin Nutr. 2013;98:1066-83. http://dx.doi.org/10.3945/ajcn.113.059030

Kris-Etherton P, Daniels SR, Eckel RH, Engler M, Howard BV, Krauss RM, Lichtenstein AH, Sacks F, St Jeor S, Stampfer M, Grundy SM, Appel LJ, Byers T, Campos H, Cooney G, Denke MA, Kennedy E, Marckmann P, Pearson TA, Riccardi G, Rudel LL, Rudrum M, Stein DT, Tracy RP, Ursin V, Vogel RA, Zock PL, Bazzarre TL, Clark J. AHA scientific statement: summary of the Scientific Conference on Dietary Fatty Acids and Cardiovascular Health. J Nutr. 2001;131:1322-26.

Mann JI. Diet and risk of coronary heart disease and type 2 diabetes. Lancet. 2002;360:783-9. http://dx.doi.org/10.1016/S0140-6736 (02)09901-4 23. Muniz LC, Schneider BC, Silva ICM, Matijasevich A, Santos IS. Fatores de risco comportamentais acumulados para doenças cardiovasculares no sul do Brasil. Rev Saúde Publ. 2012;46:534-42. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102012005000021

Sociedade Brasileira de Cardiologia; Sociedade Brasileira de Hipertensão; Sociedade Brasileira de Nefrologia. VI Diretrizes Brasileiras e Hipertensão. Arq Bras Cardiol. 2010;95:1-51.

Silva ABJ, Oliveira AVK, Silva JD, Quintaes KD, Fonseca VAS, Nemer ASA. Relação entre consumo de bebidas alcoólicas por universitárias e adiposidade corporal. J Bras Psiquiatr. 2011;60:210-15. http://dx.doi.org/10.1590/S0047-20852011000300010

Guimarães NS, Nemer ASA, Fausto MA. Influência do consumo de álcool nas alterações antropométricas: uma revisão sistemática. Nutr Clín Diet Hosp. 2013;33:68-76.

Guedes DP, Legnani RFS, Legnani E. Motivos para a prática de exercício físico em universitários de acordo com o índice de massa corporal. Rev Bras Ativ Fis Saúde. 2012;17:270-4.

Instituto Brasileiro de Geografia Estatística. Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar. Rio de Janeiro: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; 2009.

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (Princípios e Diretrizes) [Internet]. 2008; [cited 2014 Dez 04]. Available from: http://dtr2001.saude.gov.br/sas/PORTARIAS/Port2008/PT-09-CONS.pdf

Marin NS, Rodrigues ART, Kinoshita NGC, Nakamura AS, Bueno PCS, Kinoshita SK. Tabagismo: caracterização do grau de dependência entre estudantes de medicina. RBSP. 2012;36:408-17.

Colares V, Franca C, Gonzalez E. Condutas de saúde entre universitários: diferenças entre gêneros. Cad Saúde Pública. 2009; 25:521-28. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000300007

Moura EC, Silva SA, Malta DC, Morais Neto OL. Fatores de risco e proteção para doenças crônicas: vigilância por meio de inquérito telefônico, VIGITEL, Brasil, 2007. Cad Saúde Pública. 2011;27: 486-96. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000300009

Faria DLS. Estudo Comparativo dos Estilos de Vida dos Estudantes de Medicina da Universidade da Beira Interior no Início e no Final do Curso [dissertação]. Covilhã: Universidade da Beira Interior; 2012.

Lessa SS, Montenegro AC. Avaliação da prevalencia de sobrepeso, do perfil nutricional e do nivel de AF nos estudantes de medicina da Universidade de Ciencias da Saude de Alagoas – UNCISAL. Rev Soc Bras Clin Med. 2008;6:90-3.

World Health Organization. Diet, nutrition and prevention of chronic diseases. Report FAO/WHO Expert Consulation. Geneva: WHO; 2003. (WHO Technical Report Series; vol. 916).

Monteiro MRP, Andrade MLO, Zanirati VF, Silva RR. Hábito e consumo alimentar de estudantes do sexo feminino dos cursos de Nutrição e de Enfermagem de uma universidade pública brasileira. Rev APS. 2009;12:271-77.

Andrade APA, Bernardo ACC, Viegas CAA, Ferreira DBL, Gomes TC, Sales MR. Prevalência e características do tabagismo em jovens da Universidade de Brasília. J Bras Pneumol. 2006;32:23-8. http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132006000100007

Ramis TR, Mielke GI, Habeyche EC, Oliz MM, Azevedo MR, Hallal PC. Tabagismo e consumo de álcool em estudantes universitários: prevalência e fatores associados. Rev Bras Epidemiol. 2012;15: 376-85. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2012000200015

Fernandes L, Werner CML. Sobre o uso de jogos digitais para o ensino de engenharia de software [Internet]. [cited 2015 Jan 11]. Available from: http://fees.inf.puc-rio.br/FEESArtigos/artigos/artigos_FEES09/FEES_3.pdf

Schmidt MI, Duncan BB, Tavares M, Polanczyk CA, Pellanda L, Zimmer PM. Validity of self-reported weight – A study of urban Brazilian adults. Rev Saude Publica. 1993;27:271-6. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101993000400007

Spencer EA, Appleby PN, Davey GK, Key TJ. Validity of self-reported height and weight in 4808 EPIC-Oxford participants. Public Health Nutr. 2002;5:561-5. http://dx.doi.org/10.1079/PHN2001322




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2016.3.22938

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS