Perfil clínico e epidemiológico das queimaduras: evidências para o cuidado de enfermagem

Gabriela Oliveira Parentes da Costa, Josué Alves da Silva, Ariane Gomes dos Santos

Resumo


Objetivo: Analisar as evidências científicas disponíveis acerca dos cuidados de enfermagem a pacientes internados por queimaduras.
Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. O período da coleta foi de setembro de 2014 a janeiro de 2015, por meio das bases de dados LILACS/SciELO; IBECS; MEDLINE e recorte temporal de 2002 a 2014. A amostra final foi de 18 artigos. Para avaliação da qualidade metodológica dos mesmos aplicou-se as recomendações STROBE (Strengthening the reporting of observational studies in epidemiology). Os dados foram analisados de forma descritiva.
Resultados: Para melhor organização os resultados foram agrupados em duas categorias analíticas; segundo as recomendações STROBE 55,5% foram classificados como A e 44,4% B; quanto ao nível de evidencia 72,2% tiveram nível 4; 55,5% dos estudos correspondem a publicações entre 2011 e 2014. Os indivíduos do sexo masculino foram os que mais se envolveram em queimaduras e as causas prevalentes foram contatos acidentais com líquidos quentes e manejo de álcool. A maioria ocorreu em ambiente doméstico, atingindo principalmente os membros superiores. No cotidiano os enfermeiros lidam com cuidados físicos e emocionais. Alguns profissionais relataram dificuldades em lidar com a dor do paciente, principalmente, durante o banho e curativo, procedimentos rotineiros na unidade de queimados.
Conclusão: Mesmo com as dificuldades enfrentadas a equipe de enfermagem deve sistematizar a assistência usando de artifícios científicos e tecnologias que contribuam para melhoria do cuidado prestado.


Palavras-chave


queimaduras; cuidados de enfermagem; terapêutica; diagnóstico.

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida JWF, Santos JN. Assistência de enfermagem em grupos de riscos a queimadura. Rev Bras Queimaduras. 2013;12(2):71-6.

Lima OBA, Arruda AJCG, Carvalho GDA, Melo VC, Silva AF. A enfermagem e o cuidado à vítima de queimaduras: revisão integrativa. Rev Enferm UFPE. 2013;(7 nesp):4944-50. http://dx.doi.org/10.5205/reuol.4700-39563-1-ED.0707esp201316

Oliveira TS, Moreira KFA, Gonçalves TA. Assistência de enfermagem com pacientes queimados. Rev Bras Queimaduras. 2012;11(1)31-7.

Macedo AC, Proto RS, Moreira SS, Gonella HA. Estudo epidemiológico dos pacientes internados na Unidade de Tratamento de Queimados do Conjunto Hospitalar de Sorocaba entre 2001 a 2008. Rev Bras Queimaduras. 2012;11(1):23-5.

Ministério da Saúde (BR). DATASUS. Informações de Saúde (TABNET). Epidemiológicas e Morbidades. Internações segundo região. [online]. Brasília: Ministério da Saúde; 2014.

Castro ANP, Silva DMA, Vasconcelos VM, Lima Júnior EM, Camurça MNS, Martins MC. Sentimentos e dúvidas do paciente queimado em uma unidade de referência em Fortaleza – CE. Rev Bras Queimaduras. 2013;12(3):159-64.

Nascimento LKA, Barreto JM, Costa ACSM. Análise das variáveis grau e porte da queimadura, tempo de internação hospitalar e ocorrência de óbito em pacientes admitidos em uma Unidade de Tratamento de Queimados. Rev Bras Queimaduras. 2013; 12(4):256-9.

Laporte GA, Leonardi DF. Transtorno de estresse pós-traumático em pacientes com sequelas de queimaduras. Rev Bras de Queimaduras. 2010;9(3):105-14.

Henrique DM, Silva LD, Costa ACR, Rezende APMB, Santos JAS, Menezes MM, Maurer TC. Controle de infecção no centro de tratamento de queimados: revisão de literatura. Rev Bras Queimaduras. 2013;12(4):230-4.

Gonçalves AC, Gonçalves N, Catapani LB, Rossi LA, Guirro ECO, Farina Júnior JA. Avaliação de diferentes áreas de cicatriz na vítima de queimadura pela utilização do Cutometer: relato de um caso. Rev Bras Queimaduras. 2013;12(4):289-92.

Rossi LA, Menezez MAJ, Gonçalves N, Ciofi-Silva CL, Farina Junior JA, Stuchi RAG. Cuidados locais com as feridas das queimaduras. Rev Bras Queimaduras. 2010;9(2):54-9.

Silva RMA, Castilhos APL. A identificação de diagnósticos de enfermagem em paciente considerado grande queimado: um facilitador para implementação das ações de enfermagem. Rev Bras Queimaduras. 2010;9(2):60-5.

Barichello E, Silva MCV, Barbosa MH, Iwamoto HH. Diagnósticos de enfermagem em pacientes internados por queimaduras. Enfermería Global. 2010;9(3):1-8.

Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2008;17(4):758-64. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018

Crossetti MGO. Revisão integrativa de pesquisa na enfermagem o rigor cientifico que lhe é exigido. Rev Gaúcha Enferm. 2012; 33(2):8-9.

Medeiros M. Pesquisas de abordagem qualitativa. Rev Eletr Enfermagem. 2014;14(2):224-5.

Pompeo DA, Rossi LA, Galvão CM Revisão integrativa: etapa inicial do processo de validação de diagnóstico de enfermagem. Acta Paul Enferm. 2009;22(4):434-8. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002009000400014

Souza MT, Silva MD, Carvalho R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. 2010;8(1):102-6. http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082010RW1134

Elm EV, Altman DG, Egger M, Pocock SJ, Gotzsche PC, Vandenbroucke JP. The Strengthening the Re-porting of Observational Studies in Epidemiology (STROBE) Statement: Guidelines for Reporting Observational Studies. J Clin Epidemiol. 2008;61(4):344-9. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclinepi.2007.11.008

Oliveira YCA, Coura AS, Costa GMC, França ISXL. Comunicação entre profissionais de saúde-pessoas surdas: revisão integrativa. Rev enferm UFPE. 2015;9(2):957-64.

Cervo AL, Bervian PA, Silva R. Metodologia cientifica. 6ª ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall; 2007. 162 p.

Balan MAJ, Oliveira MLF, Trassi G. Características das vítimas de queimaduras atendidas em unidade de emergência de um hospital escola do noroeste do Paraná. Ciênc Cuid Saúd. 2009;8(2):169-75. http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v8i2.8195

Montes SF, Barbosa MH, Sousa Neto ALS. Aspectos clínicos e epidemiológicos de pacientes queimados internados em um Hospital de Ensino. Rev Esc Enferm USP. 2011;45(2):369-73. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000200010

Leão CEG, Andrade ES, Fabrini DS, Oliveira RA, Machado GLB, Gontijo LC. Epidemiologia das queimaduras no estado de Minas Gerais. Rev Bras Cirur Plást. 2011;26(4):573-7.

Gawryszewski VP, Bernal RTI, Silva NN, Morais Neto OL, Silva MMA, Mascarenhas MDM, Sá NNB, Monteiro RA, Malta DC. Atendimentos decorrentes de queimaduras em serviços públicos de emergência no Brasil, 2009. Cad Saúde Pública. 2012; 28(4):629-40. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000400003

Gonçalves AC, Echevarría-Guanilo ME, Gonçalves N, Rossi LA, Farina Junior JA. Caracterização de pacientes atendidos em um serviço de queimados e atitudes no momento do acidente. Rev Eletr Enferm. 2012;14(4):866-72. http://dx.doi.org/10.5216/ree.v14i4.15186

Martins CBG, Andrade SM. Queimaduras em crianças e adolescentes: análise da morbidade hospitalar e mortalidade. Acta Paul Enferm. 2007;20(4):464-9. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002007000400013

Biscegli TS, Benati LD, Faria RS, Boeira TR, Cid FB, Gonsaga RAT. Perfil de crianças e adolescentes internados em Unidade de Tratamento de Queimados do interior do estado de São Paulo. Rev Paul Pediat. 2014;32(3):177-82. http://dx.doi.org/10.1590/0103-0582201432305

Reis IF, Moreira CA, Costa ACSM. Estudo epidemiológico de pacientes internados na unidade de tratamento de queimados do hospital de urgência de Sergipe. Rev Bras Queimaduras. 2011; 10(4):114-8.

Silva LS, Valente GSC. Riscos químicos hospitalares e gerenciamento dos agravos à saúde do trabalhador de enfermagem. Rev Pesq Cuid Fundam. 2012;(Supl.):21-4.

Cruz BF, Cordovil PBL, Batista KANM. Perfil epidemiológico de pacientes que sofreram queimaduras no Brasil: revisão de literatura. Rev Bras Queimaduras. 2015;11(4):246-50.

Oliveira ADS, Carvalho JR, Carvalho MS, Landim RSMP. Perfil das crianças vítimas de queimaduras atendidas em hospital público de Teresina. Rev Interd. 2013;6(2):8-14.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Álcool gel reduz acidentes em 60%. [online]. Brasília: ANVISA; 2004.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Res. nº 46 de 20 de fevereiro de 2002 [online]. Brasília: ANVISA; 2002.

Medeiros ACS, Albuquerque BCH, Mignoni ISP, Pereima MJL, Baungratz MM, Feijó RS. Análise das causas de morte em uma unidade de queimados do Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), de janeiro de 1991 a dezembro de 2012. Rev Bras Queimaduras. 2013;12(3):153-8.

Tíbola J, Barbosa E, Renck LI, Guimarães FSV, Kroeff MS, Pereima MJL. The liqüid alcohol in Brazilian current context. Burns. 2007; 33(3):19. http://dx.doi.org/10.1016/j.burns.2006.10.048

Rocha HJS, Lira SVG, Abreu RNDC, Xavier EP, Vieira LJES. Perfil dos acidentes por líquidos aquecidos em crianças atendidas em centro de referência de Fortaleza. Rev Bras Prom Saúde. 2007;20(2): 86-91. http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2007.p86

Millan LS, Gemperli R, Tovo FM, Mendaçolli TJ, Gomez DS, Ferreira MC. Estudo epidemiológico de queimaduras em crianças atendidas em hospital terciário na cidade de São Paulo. Rev Bras Cir Plást. 2012;27(4):611-5. http://dx.doi.org/10.1590/S1983-51752012000400024

Badger KL, Anderson RJ, Kagan RJ. Attention deficit-hyperactivity disorder in children with burn injuries. J Burn Care Res. 2008; 29(5):724 9. http://dx.doi.org/10.1097/BCR.0b013e31818480e1

Calvet MAM. Características clinico epidemiológicas de los accidentes por quemaduras en el municipio de Contramaestre. Medisan. 2010;14(3):31.

Dutra AS, Penna LHG, Vargens OMC, Serra MCVF. Caracterização de mulheres hospitalizadas por queimaduras. Rev Enferm UERJ; 2011;19(1):34-9.

Brito MEM, Goes LSP, Costa VB, Gurgel MGI, Alves MDS, Timbó MA, Filho JGB. Tentativa de suicídio por queimadura: ideação suicida e desesperança. Rev Bras Queimaduras. 2013;12(1):30-6.

Carvalho ID, Freitas MCV, Macieira L. Tentativa de autoextermínio com queimaduras – CTQ-HFA-RJ. Rev Bras Queimaduras. 2014; 13(2):95-8.

Macedo JLS, Rosa SC, Silva MG. Queimaduras autoinfligidas: tentativa de suicídio. Rev Col Bras Cir. 2011;38(6):387-91.

Aldunate JLCB, Ferrari Neto O, Tartare A, Araujo CAL, Silva CC, Menezes MAJ, Gomez DS, Ferreira MC. Análise de 10 anos de casos de queimaduras por álcool com necessidade de internação em hospital quaternário. Rev Bras Queimaduras. 2012; 11(4):220-5.

Nestor A, Turra K. Perfil epidemiológico dos pacientes internados vítimas de queimaduras por agentes inflamáveis. Rev Bras Queimaduras. 2014;13(1):44-50.

Albuquerque MLL, Silva GPF, Diniz DMSM, Figueiredo AMF, Câmara TMS, Bastos VPD. Análise dos pacientes queimados com sequelas motoras em um hospital de referência na cidade de Fortaleza-CE. Rev Bras Queimaduras. 2010;9(3):89-94.

Guimarães IBA, Martins ABT. Qualidade de vida de pacientes com queimaduras internados em um hospital de referência no nordeste brasileiro. Rev Bras Queimaduras. 2013;12(2):103-7.

Duarte MLC, Lemos L, Zanini LN, Wagnes ZI. Percepções da equipe de enfermagem sobre seu trabalho em uma unidade de queimados. Rev Gaúcha Enferm. 2012;33(1):77-84.

Martins JT, Bobroff MCC, Ribeiro RP, Soares MH, Robazzi MLC, Marziale MHP. Sentimentos vivenciados pela equipe de enfermagem de um centro de tratamento de queimados. Esc Anna Nery; 2014;18(3):522-6.

Costa ECFB, Rossi LA. As dimensões do cuidado em uma unidade de queimados: um estudo etnográfico. Rev Esc Enferm USP. 2003;37(3):72 81. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342003000300009

Silva BA, Ribeiro FA. Participação da equipe de enfermagem na assistência à dor do paciente queimado. Rev Dor. 2011;12(4):342-8. http://dx.doi.org/10.1590/S1806-00132011000400011

Negromonte MRO, Araujo TCCF. Impacto do manejo clínico da dor: avaliação de estresse e enfrentamento entre profissionais de saúde. Rev Latino-Am Enferm. 2011;19(2):1-7.

Pinto E, Della-Flóra AM, Silva LD, Rorato TJ, Requia J, Martins ESR, Zamberlan C, Marinho MGR. O sentimento e a assistência de enfermagem perante um grande queimado. Rev Bras Queimaduras. 2014;13(3):127-9.

Dalri MCB, Carvalho EC. Planejamento da assistência de enfermagem a pacientes portadores de queimadura utilizando um software: aplicação em quatro pacientes. Rev Latino-Am Enferm. 2002; 10(6):787-93. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692002000600006

Ribeiro JC, Ruoff AB, Baptista CLB. Informatização da Sistematização da Assistência de Enfermagem: avanços na gestão do cuidado. J Health Inform. 2014;6(3):75-80.

Labbadia LL, D’Innocenzo M, Fogliano RRF, Silva GEF, Queiroz RMRM, Carmagnani MIS, Salvador ME. Sistema Informatizado para Gerenciamento de Indicadores da Assistência de Enfermagem do Hospital São Paulo. Rev Esc Enferm USP. 2011;45(4):1013-37. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000400032

Meneghetti RAS, Rossi LA, Barruffini RCP, Dalri MCB, Ferreira E. Planejamento da assistência a pacientes vítimas de queimaduras: relação entre os problemas registrados e cuidados prescritos. Rev Esc Enferm USP. 2005;39(3):268-79. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342005000300004

Bittar DB, Pereira LV, Lemos RC. A Sistematização da assistência de enfermagem ao paciente crítico: proposta de instrumento de coleta de dados. Texto Contexto Enferm. 2006;15(4):617-28. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072006000400010

Batista LTO, Rodrigues FA, Vasconcelos JMB. Características clínicas e diagnósticos de enfermagem em crianças vítimas de queimadura. Rev Rene. 2011;12(1):158-65.

Canela AF, Sória DAC, Barros FE, Melos ROL, Castro RC. Monitorização do paciente grande queimado e as implicações na assistência de enfermagem: relato de experiência. Rev Bras Queimaduras. 2011;10(4):133-7.

Goyotá SLT, Rossi LA, Dalri MCB. Diagnósticos de enfermagem de familiares de pacientes adultos queimados no período próximo à alta hospitalar. Rev Latino-am Enferm. 2006;14(1):102-9. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692006000100014

Rossi LA. Diagnósticos de enfermagem presentes em familiares de pacientes vítimas de queimaduras. Rev Esc Enferm USP. 2006;40(3):356-64. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342006000300007

Nishi PK, Costa ECNF. Cuidados de enfermagem à pacientes vítimas de queimaduras: identificação e características clínicas. Revista UNINGÁ. 2013;14(1):181-92.

Lacerda LA, Carneiro AC, Oliveira AF, Gragnani A, Ferreira LM. Estudo epidemiológico da Unidade de Tratamento de Queimaduras da Universidade Federal de São Paulo. Rev Bras Queimaduras. 2010;9(3):82-8.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2015.3.21360

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS