Utilização da espessura do músculo adutor do polegar na avaliação nutricional

Caroline Aguiar Pereira, Juliana Gonçalves Moreno, Raquel Milani El Kik

Resumo


Introdução: A avaliação da espessura do músculo adutor do polegar (EMAP) tem sido uma técnica descrita que surge como uma alternativa não invasiva, rápida e de baixo custo na avaliação nutricional. Objetivo: O presente artigo tem como objetivo revisar sobre as evidências acerca da utilização da EMAP na avaliação nutricional de adultos e idosos. Materiais e Métodos: Foi realizada uma revisão integrativa da literatura utilizando as bases de dados Medline/Pubmed, LILACS e Embase. Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, em português e inglês. Resultados: Foram identificados 22 artigos, dos quais 10 atenderam aos critérios de inclusão/exclusão do estudo. Os artigos analisados foram organizados nas categorias: indivíduos saudáveis, idosos institucionalizados e pacientes com condições clínicas ou cirúrgicas. Conclusão: A EMAP pode ser utilizada na avaliação nutricional de indivíduos saudáveis e em diversas situações clínicas, apesar de ainda não existirem pontos de corte definidos para todas as populações. Para um diagnóstico nutricional mais acurado, é indispensável aliar a medida da EMAP com outros métodos e parâmetros de avaliação nutricional.

Palavras-chave


avaliação nutricional; desnutrição; antropometria; composição corporal; estado nutricional

Texto completo:

PDF

Referências


Dias MCG, Van Aanholt DPJ, Catalani LA, Rey JSF, Gonzales MC, Coppini L, Franco Filho JW, Paes-Barbosa MR, Horie L, Abrahão V, Martins C. Triagem e avaliação do estado nutricional: projeto diretrizes. Brasília (DF): Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina; 2011.

Width M, Reinhard T. Avaliação e suporte Nutricional. In: Width M, Reinhard T. Mds: manual de sobrevivência para nutrição clínica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2010. p. 3-29.

Pfrimer K, Ferriolli E. Avaliação nutricional do idoso. In: Vitolo MR. Nutrição da gestação ao envelhecimento. Rio de Janeiro: Rubio; 2008. p. 435-49.

Baxter YC, Waitzberg DL, Peres G. Métodos não-convencionais; estudo dietético e medida da qualidade de vida. In: Waitzberg DL. Nutrição oral, enteral e parenteral na prática clínica. 3ª ed. São Paulo: Atheneu; 2000. p. 305-19.

Gibson, R. Reproducibility in dietary assessment. In: Gibson, R. Principles of nutritional assessment. 2nd. ed. New York: Oxford University Press; 1990. p. 155-61, 187-205.

Brito S, Dreyer E. Terapia nutricional: conduta do nutricionista. Campinas: UNICAMP/ Hospital de Clínicas; 2003.

Grant JP. Functional and dynamics techniques for nutritional assessment. In: Handbook of Total Parenteral Nutrition. 2nd.ed. W.B. Philadelphia: Saunders Company: John Palmer Grant; 1992. p. 49.

Lameu EB. Avaliação Muscular Subjetiva. In: Lameu EB, Andrade PVB, Luiz RR. Clínica nutricional. São Paulo: Revinter; 2005. p.179-87.

Lameu EB, Gerude MF, Corrêa RC, Lima KA. Adductor policis muscle: a new anthropometric parameter. Rev Hosp Clín Fac Med. 2004;59(2):57-62

Lameu EB. Músculo adutor do polegar. In: Lameu EB, Gerude MF. Clínica nutricional. São Paulo: Revinter; 2005. p.189-96.

Oliveira DR, Frangella VS. Adductor pollicis muscle and hand grip strength: potential methods of nutritional assessment in outpatients with stroke. Einstein. 2010; 8(4 Pt 1):467-72.

Andrade FN, Lameu EB, Luiz RR. Musculatura Adutora do Polegar: um novo índice prognóstico em cirurgia cardíaca valvar. Rev SOCERJ. 2005;18(5):384-91.

Freitas BJSA, Mesquita LC, Teive NJV, Souza SR. Antropometria clássica e músculo adutor do polegar na determinação do prognóstico nutricional em pacientes oncológicos. Rev Bras Canc. 2010;56(4):415-22.

Cobêro FE, Gomes MCB, Silva AP, Bernardi JLD, McLellan KCP. Adductor Pollicis Muscle Measurement is Associated with Anthropometric Indicator of Muscle Mass and Fat Mass of Hospitalized Patients. Rev Soc Bras Alim Nutr. 2012;37(2):174-82.

Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão Integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2008;17(4): 758-64.

De Souza MT, da Silva MD, de Carvalho R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. 2010;8(1 Pt 1):102-6.

Lameu EB, Gerude MF, Campos AC, Luiz RR. The thickness of the adductor pollicis muscle reflects the muscle compartment and may be used as a new anthropometric parameter for nutritional assessment. Curr Opin Clin Nutr Metab Care. 2004;7(3):293-301.

Budziareck MB, Duarte RRP, Silva MCGB. References values and determinants for handgrip strength in healthy subjects. Clin Nutr. 2008; 27:357-62.

Gonzalez MC, Duarte RRP, Budziareck MB. Adductor pollicis muscle: Reference values of this thickness in a healthy population. Clin Nutr. 2010; 29:268-71.

Volpini MM, Frangella VS. Avaliação nutricional de idosos institucionalizados. Einstein. 2013;11(1):32-40.

Bragagnolo R, Caporossi FS, Nascimento DBD, Nascimento JEA, TCBC-MT. Espessura do músculo adutor do polegar: um método rápido e confiável na avaliação nutricional de pacientes cirúrgicos. Rev Col Bras Cir. 2009; 36(5):371-6.

Caporossi FS, Caporossi C, Nascimento DBD, Nascimento JEA. Measurement of the thickness of adductor pollicis muscle as a predictor of outcome in critically ill patients. Nutr Hosp. 2012; 27(2):490-5.

De Oliveira MCO, Kubrusly M, Mota RS, Choukroun G, Neto JB, Da Silva CAB. Adductor pollicis muscle thickness: a promising anthropometric parameter for patients with chronic renal failure. J Ren Nutr. 2012; 22(3):307-16.

Poziomyck AK, Weston AC, Lameu EB, Cassol OS, Coelho LJ, Moreira LF. Preoperative nutritional assessment and prognosis in patients with foregut tumors. Nutr Cancer. 2012;64(8):1174-81.

Da Silva JB, Maurício SF, Bering T, Correia MITD. The relationship between nutritional status and the glasgow prognostic score in patients with cancer of the esophagus and stomach. Nutr Cancer. 2013;65(1):25-33.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2014.2.16626

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS