Efeito da fisioterapia no desempenho funcional do membro superior no pós-operatório de câncer de mama

Mariana Tirolli Rett, Ana Karine Gois dos Santos, Andreza Carvalho Rabelo Mendonça, Iris Alves de Oliveira, Josimari Melo DeSantana

Resumo


Objetivo: Verificar o efeito da fisioterapia na amplitude de movimento (ADM) e no desempenho funcional do membro superior homolateral no pós-operatório para tratamento do câncer de mama e correlacionar estas variáveis. Materiais e Métodos: Série de casos envolvendo mulheres submetidas à cirurgia unilateral para tratamento do câncer de mama, associado à linfadenectomia axilar. A ADM foi mensurada nos dois membros superiores através da goniometria, sendo o membro contralateral à cirurgia considerado o controle. O desempenho funcional foi avaliado pelo questionário “deficiência do ombro, braço e mão” (DASH). O protocolo de fisioterapia foi de 10 sessões de alongamentos e exercícios ativo-livres dos MMSS. A goniometria e os escores do DASH foram comparados pelo Wilcoxon signed rank test e para correlacionar estas variáveis foi utilizado o teste de correlação de Spearman, adotando significância de 5%. Resultados: Foram incluídas 10 mulheres com mediana de idade de 52,5 (41,7-59,5) anos, sendo sete submetidas à mastectomia radical e três à quadrandectomia. Encontrou-se aumento significativo da ADM de todos os movimentos avaliados, principalmente da flexão, abdução e rotação externa (p=0,005). Ao final do estudo, a ADM dos membros superiores não apresentou diferença significativa. O escore do DASH reduziu significativamente 38,9 (36-46,4) para 21,2 (9,5-23,8), (p=0,005). Não foi observada nenhuma associação entre a ADM e o escore do DASH. Conclusão: Verificou-se após 10 sessões de fisioterapia houve melhora significativa da amplitude de movimento e do desempenho funcional do membro superior homolateral à cirurgia, mas nenhuma correlação foi encontrada entre as variáveis estudadas.

Palavras-chave


neoplasias da mama; mastectomia; ombro; amplitude de movimento articular; fisioterapia; reabilitação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2013.1.11375

 

e-ISSN: 1983-652X 

 

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

***


Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons BY-NC 4.0 Internacional

 ***

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.   

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS