Uma mirada sobre a produção científica nacional acerca do financiamento da educação

Rosimar Serena Siqueira Esquinsani, Rafael Pavan

Resumo


O texto parte das seguintes questões: o protagonismo legal do tema ‘financiamento da educação’ reverbera na produção científica nacional? A academia tem dedicado esforços e espaço para pesquisas sobre o financiamento da educação, de modo a compreender os movimentos e arenas em torno dos quais o mesmo tem se constituído? Quais os assuntos emergentes ligados ao financiamento? E as eventuais lacunas? Para responder essas questões, elaborou-se uma pesquisa bibliográfica, com o objetivo de identificar e situar parte da produção científica nacional acerca do financiamento da educação, estabelecendo temas, tendências e lacunas. Foi realizado um levantamento junto ao Portal de Periódicos da CAPES, chegando-se a um conjunto de 149 artigos. Tal corpus documental foi examinado a partir da metodologia analítico-reconstrutiva, utilizando-se o procedimento da análise de conteúdo, através da técnica da análise temática, inserindo a pesquisa na perspectiva do ‘Estado do Conhecimento’. No que diz respeito ao exame dos artigos, foram estabelecidas três unidades: 1) o assunto; 2) a arena política e, 3) a análise procedimental e metodológica. Como conclusão, é possível indicar que as pesquisas sobre financiamento da educação – representadas em parte da produção científica nacional analisada – evidenciam: a) uma grande quantidade de artigos que discutem o financiamento aplicado aos diferentes níveis, etapas e modalidades da educação nacional; b) fica clara a perspectiva estado-centrista que a maioria dos textos carrega; c) é igualmente evidente a análise conjuntural é a mais utilizada. Por fim, assume-se que o tema ‘financiamento da educação’ ainda tem pouco lastro na produção acadêmica veiculada em periódicos não-especializados, quando comparado com outros temas.


Palavras-chave


Financiamento da educação; Produção científica; Estado do conhecimento

Texto completo:

PDF

Referências


BALL, Stephen J. Educação Global S.A.: novas redes políticas e o imaginário neoliberal. Tradução Janete Bridon. Ponta Grossa: UEPG, 2014.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução Luiz Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70, 2007.

BRASIL. Lei 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Brasília, DF, 2014. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm. Acesso em: 23 jun. 2017.

______. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal, e dá outras providências. Brasília, DF, 2016. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc95.htm. Acesso em: 24 jun. 2017.

CURY, Carlos Roberto. Do direito de aprender: base do direito à Educação. In: ABMP. Todos pela Educação (Org.). Justiça pela Qualidade na Educação. São Paulo: Saraiva, 2013.

DAVIES, Nicholas. Levantamento Bibliográfico sobre Financiamento da Educação no Brasil de 1988 a 2014. Educação em Revista, Marília, v. 15, n. 1, p. 91-162, jan.-jun., 2014.

FERREIRA, Norma. A. As pesquisas denominadas ‘estado da arte’. Educação & Sociedade, v. 23, n. 79, ago. 2002.

FORNAZIERI, Aldo. O que é análise de conjuntura política. In: MARQUES, Moisés (Org.). Introdução ao risco político: conceitos, análises e modelos de mensuração. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.

MARTINS, Paulo de Sena. O financiamento da educação básica como política pública. RBPAE, v. 26, n. 3, set./dez, 2010. p. 497-514.

______. Fundeb, federalismo e regime de colaboração. Campinas: Autores Associados, 2011. 352 p.

MOROSINI, Marília C.; FERNANDES, Cleoni M. B. Estado do Conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 154-164, jul.-dez. 2014.

QUIRINO, Simony Rafaeli. Orçamento público como fonte de estudos educacionais. Fineduca: Revista de Financiamento da Educação, Porto Alegre, v. 1, n. 9, 2011.

SOUZA, Ângelo Ricardo de. A pesquisa em políticas educacionais no Brasil: de que estamos tratando? Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 9, n. 2, p. 355-367, jul./dez. 2014.

SOUZA, Donaldo Bello de; FARIA, Lia Ciomar Macedo de. Políticas de financiamento da educação municipal no Brasil (1996-2002): das disposições legais equalizadoras às práticas político-institucionais excludentes. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, Rio de Janeiro, v. 12, n. 42, p. 564-582, jan./mar. 2004.

VELLOSO, Jacques. O financiamento da educação na Rbep: temas dos últimos 15 anos. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 93, n. 234 [n. especial], p. 353-371, maio/ago. 2012.

VIEIRA, Sofia Lerche. Política(s) e Gestão da Educação Básica: revisitando conceitos simples. RBPAE, v. 23, n. 1, p. 53-69, jan./abr. 2007.

VIEIRA, Sofia Lerche; VIDAL, Eloísa Maia. Política de Financiamento da Educação no Brasil: uma (re)construção histórica. Em Aberto, Brasília, v. 28, n. 93, p. 5-6, jan./jun. 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2018.3.29381

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS