Ampliação da jornada escolar e dever de casa: denúncias cruzadas

Tânia de Freitas Resende

Resumo


Muitos programas de ampliação da jornada escolar no ensino fundamental têm sido desenvolvidos, no Brasil, no formato conhecido como turno e contraturno. Nesse cenário, diversas polêmicas surgiram a respeito dos deveres de casa. Tais polêmicas expressam desafios mais amplos relativos à implementação dos programas e à própria realização desses deveres na tradição escolar. Assim, as questões relativas ao dever de casa “denunciam” desafios inerentes ao modo como a escola de tempo integral tem sido implementada; e a implantação dos programas de tempo integral acaba por “denunciar” desafios relativos ao dever de casa, que antecedem as políticas de ampliação da jornada. O objetivo do artigo é analisar essas “denúncias cruzadas”, utilizando dados recolhidos em atividades de extensão universitária e de pesquisa desenvolvidas na Região Metropolitana de Belo Horizonte.


Palavras-chave


Escola de tempo integral. Dever de casa. Turno e contraturno.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Decreto nº 6.253, de 13 de novembro de 2007, que dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb, regulamenta a Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 14 nov. 2007.

BRASIL. Ministério da Educação/Secad. Educação integral/ educação integrada e(m) tempo integral: concepções e práticas na educação brasileira. Mapeamento das experiências de jornada escolar ampliada no Brasil. Brasília: MEC/Secad, 2010a. 128 p. (Série Mais Educação). Disponível em: . Acesso em: 12 set. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação/Secad. Educação integral/ educação integrada e(m) tempo integral: concepções e práticas na educação brasileira. Mapeamento das experiências de jornada escolar ampliada no Brasil: estudo qualitativo – Mariana/ MG (Relatório de pesquisa). Belo Horizonte: UFMG, 2010b.

CAILLET, Valérie; SEMBEL, Nicolas. Points de vue et pratiques des partenaires du travail hors la classe: enseignants, parents, eleves. In: RAYOU, Patrick (Org.). Faire ses devoirs: enjeux cognitifs et sociaux d’une pratique ordinaire. Rennes: Presses Universitaires de Rennes, 2009. p. 33-70.

CARVALHO, Maria Eulina de Pessoa. Relações entre família e escola e suas implicações de gênero. Cadernos de Pesquisa, n. 110, p. 143-155, jul. 2000.

CARVALHO, Maria Eulina de Pessoa. Escola como extensão da família ou família como extensão da escola? O dever de casa e as relações família-escola. Revista Brasileira de Educação, v. 25, p. 94-104, 2004.

CARVALHO, Maria Eulina de Paiva; NASCIMENTO, Conceição dos S.; PAIVA, Clotilde M. O lugar do dever de casa na sala de aula. Olhar de Professor, UEPG, v. 9, p. 341-357, 2006.

CAVALIERE, Ana Maria. Tempo de escola e qualidade na educação pública. Educação e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, esp., p. 1015-1035, out. 2007.

CAVALIERE, Ana Maria. Escola pública de tempo integral no Brasil: filantropia ou política de Estado? Educação e Sociedade, Campinas, v. 35, n. 129, p. 1205-1222, out.-dez. 2014.

CAVALIERE, Ana Maria; MAURICIO, Lucia Velloso. Práticas de ampliação da jornada escolar no ensino fundamental: sobre modelos e realidades. In: Anais da 34ª Reunião Anual da Anped, Natal, 2011, v. 1. p. 1-15. Disponível em:. Acesso em: 16 maio 2017.

CAVALIERE, Ana Maria; COELHO, Ligia Martha; MAURÍCIO, Lúcia Velloso. Implicações da ampliação do tempo escolar nas relações entre família e escola. In: ROMANELLI, Geraldo; NOGUEIRA, Maria Alice; ZAGO, Nadir. Família & escola: novas perspectivas de análise. Petrópolis/RJ: Vozes, 2013. p. 257-277.

DESLANDES, Rollande (Org.). International perspectives on student outcomes and homework: family – school – community partnerships. New York: Routledge, 2009.

FELICIO, Helena Maria dos Santos. A integração curricular na Educação em Tempo Integral: perspectivas de uma parceria interinstitucional. In: Anais da 34ª Reunião Anual da Anped, Natal. 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2013.

HENRIQUES, Maria Eulália de Faria. Os trabalhos de casa na escola do 1º ciclo da Luz: estudo de caso. In: Silva , Pedro (Org.). Escolas, famílias e lares: um caleidoscópio de olhares. Porto: Profedições, 2007.

KRYGER, Niels; RAVN, Birte. Homework in Denmark. What kind of links between family and school? In: DESLANDES, Rollande (Org.). International perspectives on student outcomes and homework: family-school-community partnerships. London and New York: Routledge, 2009. p. 7-24.

LECLERC, Gesuína F. Elias; MOLL, Jaqueline. Programa Mais Educação: avanços e desafios para uma estratégia indutora da educação integral e em tempo integral. Educar em Revista, Curitiba, n. 45, p. 91-110, jul./set. 2012.

MATOS, Sheila Cristina Monteiro. Os saberes diferenciados nas práticas educativas do Programa Mais Educação/Mais Escola: avanços e desafios. In: Anais da 34ª Reunião Anual da Anped, Natal. 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2013.

MAURÍCIO, Lúcia Velloso. Questões colocadas pela ampliação da jornada escolar no Brasil. In: Anais da 35ª Reunião Anual da Anped, Porto de Galinhas, 2012. Disponível em:. Acesso em: 15 abr. 2013.

NOGUEIRA, Martha Guanaes. Tarefa de casa – uma violência consentida? São Paulo: Edições Loyola, 2002.

PATTO, Maria Helena Souza. A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. São Paulo: T. A. Queiroz, 1996.

PAULA, Flávia Anastácio. Lições, deveres, tarefas, para casa: velhas e novas prescrições para professoras. 241 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

RAYOU, Patrick (Org.) Faire ses devoirs: enjeux cognitifs et sociaux d’une pratique ordinaire. Rennes: Presses Universitaires de Rennes, 2009.

RESENDE, Tânia de Freitas. Entre escolas e famílias: revelações dos deveres de casa. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 18, n. 40, p. 385-398, 2008.

RESENDE, Tânia de Freitas. Dever de casa, espelho de desigualdades educacionais e sociais. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 28, p. 159-184, 2012.

RESENDE, Tânia de Freitas. Pela “janela” do dever de casa, o que se vê das relações entre escolas e famílias? In: NOGUEIRA, Maria Alice; ROMANELLI, Geraldo; ZAGO, Nadir. Família e escola – novas perspectivas de análise. Petrópolis: Vozes, 2013. p. 199-219.

SYMEOU, Loizos. Mind the gap! Greek-cypriot parents and their children’s homework. In: DESLANDES, Rollande (Org.). International perspectives on student outcomes and homework: family-school-community partnerships. London and New York: Routledge, 2009. p. 76-94.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2018.1.27605

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS