A equidade da formação docente na modalidade a distância

Lucila Maria Costi Santarosa, Debora Conforto

Resumo


Este artigo problematiza os desafios enfrentados por pessoas com deficiência em contextos de formação a distância, com o objetivo de sintonizar essa modalidade de ensino às contemporâneas configurações da escola tecnológica e inclusiva. O Curso de Formação de Professores em Tecnologias Digitais Acessíveis operou como corpus de análise para que o campo de conhecimento da acessibilidade e da usabilidade fosse discutido e explicitado na organização curricular e gerencial desse espaço de formação. Ao aproximar o discurso e a prática da inclusão em processos educacionais para sistemas Web, as estratégias de reconhecimento das especificidades humanas implementadas conduziram ao desenvolvimento de uma plataforma digital acessível. Esse processo e a customização de materiais didáticos e de flexibilização curricular ilustram os resultados que consolidam ações de inclusão essenciais e eletivas no âmbito da educação a distância.


Palavras-chave


Formação docente. Educação a distância. Pessoas com deficiência. Acessibilidade à Web.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. MEC/SEESP. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. 2007. Disponível em: . Acesso em: 19 ago. 2014.

BOURDIEU, P. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In: Nogueira , M. A.; Catani , A. M. Escritos de educação. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1999. p. 39-64.

CASTELLANO, R. E.; MONTOYA, R. S. Laptop, andamiaje para la Educación Especial: guía práctica, computadoras móviles en el currículo. Organización de las Naciones Unidas para la Educación la Ciencia y la Cultura (Unesco). Montevideo, Uruguay, 2011.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

O’REILLY, T. What is Web 2.0 – design patterns and business models for the next generation of software. O’Reilly Publishing, 2005. Disponível em: .

Acesso em: 15 ago. 2014.

RODRIGUES, D. Dez ideias (mal) feitas sobre a educação inclusiva. In: RODRIGUES, D. (Org.). Inclusão e educação: doze olhares sobre a educação inclusiva. São Paulo: Summus, 2009.

SANTAROSA, L. M. C.; CONFORTO, D; MACHADO, R. P. Whiteboard: synchronism, accessibility, protagonism and collective authorship for human diversity on Web 2.0. Computers in Human Behavior, v. 31, p. 591-601, 2014.

SANTAROSA, L. M. C.; CONFORTO, D. Formação de professores em tecnologias digitais acessíveis. Porto Alegre: Evangraf, 2012.

SONZA, A. P. Ambientes virtuais sob a perspectiva de usuários

com limitação visual. Porto Alegre, 2008. Tese (Doutorado em Informática na Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação. Porto Alegre, 2008.

TOURAINE, A. Pensar outramente: o discurso interpretativo dominante. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

VALENTE, J. A.; ALMEIDA, F. J. Visão analítica da informática na educação no Brasil: a questão da formação do professor. Revista Brasileira de Informática na Educação, Sociedade Brasileira de Computação (RS), n. 1, p. 1-28, set. 1997.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

W3C. Recomendações de acessibilidade para conteúdo Web (WCAG) 2.0. 2009. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2017.2.22943

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS